Escola São Paulo

  • 32

    Cursos

  • 4

    Opiniões

  • 4.3 /5

    Avaliação

  • Online (9)
  • São Paulo (23)

Catálogo de cursos

Temáticas de cursos

Métodos

Ver todos Ver todo o catálogo

Opiniões sobre Escola São Paulo (4)

4
4.3 /5
100%

Opiniões

Avaliação do Centro

O recomendam

Cool Hunting, com Sabina Deweik

Daniela Ramos

02/05/2020
Sobre o curso: Gostaria q tivesse mais atividades práticas, como um case ou uma avaliação passo a passo para aplicar o q aprendemos
Curso realizado: Maio 2020
Você recomendaria esse curso?: Sim

Cool Hunting, com Sabina Deweik

Jackeline Pain

27/04/2020
Sobre o curso: Amei o curso com a Sabina muito conteúdo de valor, é valido para todas as pessoas que querem saber como funciona o Cool Hunting na pratica e todo caminho que é percorrido antes mesmo de entendermos se é uma tendência ou um paradigma do futuro. Bjuss
Curso realizado: Abril 2020
Você recomendaria esse curso?: Sim

Cool Hunting, com Sabina Deweik

Jackeline Pain

10/04/2020
Sobre o curso: Recomendo muito o curso de Coolhunting, foi um complemento já que eu já havia feito um curso de pesquisa de tendências. agradeço a Escola São Paulo e a Sabina Deweik por compartilhar tamanho conhecimento! Bjuss
Curso realizado: Abril 2020
Você recomendaria esse curso?: Sim

MOULAGE BÁSICO - MÓDULO II

Sergio Villalobos

20/09/2011
O melhor: Divulgar um curso para estudantes ou profissionais num horário absurdo e para se pensar. Só se for para estudante formado sem emprego ou profissional desempregado.
A melhorar: A flexibilidade do horário do curso.
Curso realizado: Setembro 2011
Você recomendaria esse curso?: Sim
* Opiniões recebidas pela Emagister e iAgora

Mais informações

Descrição

Somos a primeira escola de economia criativa de São Paulo.
Somos curiosos. Estudantes. Pesquisadores.
Somos olhares e proposições.
Falamos, questionamos e trocamos ideia sobre (quase) tudo que você pode imaginar.

Nós estamos sempre descobrindo, pesquisando, transformando, transbordando. E você?

+ de 400 profissionais já passaram pela Escola São Paulo.
NOMES COMO PAULO MENDES DA ROCHA, GLORIA COELHO, MARIA PRATA, ALEX ATALA, RITA WAINER, AMYR KLINK, VERA HAMBURGUER, BOB WOLFENSON, ISABELLA PRATA, CONSTANZA PASCOLATO, RONALDO FRAGA, GILBERTO DIMENSTEIN, HUMBERTO CAMPANA, SEU JORGE, GLORIA KALIL, RICARDO ALMEIDA, IGNÁCIO DE LOYOLA BRANDÃO, ISAY WEINFELD, DANIEL PIZA, LAÍS BODANZKY, LILIAN PACCE, LEDA CATUNDA, JR DURAN, JORGE TAKLA, JOYCE PASCOWITCH, LUIS FELIPE PONDÈ, MARINA PERSON, MILLY LACOMBE, OSCAR METSAVATH, REGINA CASÉ e PAULO BORGES, FORAM NOSSOS PALESTRANTES, PROFESSORES E
PARCEIROS.
Mais de 2.000 cursos, palestra e workshops.
Mais de 100 colaboradores.
Mais de 50 mil alunos.

Informação é poder.
Acreditamos que a educação é libertadora e facilitadora de movimentos de mudança e transformações essenciais para nossa sociedade.
Nosso objetivo é compartilhar conhecimento e conteúdo de qualidade. Falar de Sustentabilidade e Responsabilidade Social para empreender de forma consciente, questionando nossas escolhas mais profundamente e buscando entender o mercado global.
Educação como agente transformador.
Educação como agente de mudanças.

Impacto vai além de planejamento estratégico e gestão consciente. Para ressignificar ou ser criativo, é preciso alimentar nossos olhares e referências.
Questionar. Atravessar. Transformar.
Nossa proposta é que o estudante possa escolher o quê e quando aprender. Oferecemos diversos assuntos que vão além da noção especialista que ainda segue sendo embutida nos cursos profissionalizantes. Acreditamos que conexões entre movimentos culturais e sociais ampliam nosso olhar pessoal e profissional.
Com a democratização da educação podemos mudar o mundo.

Somente 36% das empresas acreditam que as pessoas graduadas estão aptas a exercer um papel no mercado. Ou seja, falta qualificação, e, em muitos casos, não é técnica.
Abrir o olhar, expandir o repertório técnico e pessoal, é o que buscam as novas gerações. Consumidores on demand, escolhendo quando, onde e qual conteúdo vai preencher seu tempo e sua cabeça.

Segundos os últimos dados da Firjan, em apenas uma década, o PIB da Indústria Criativa cresceu 69,8% e o número de profissionais criativos empregados formalmente aumentou em 90%.

Audiovisual, Design, Moda, Arquitetura e Mídias Digitais são alguns dos setores criativos que contribuem para a geração de mais de R$ 126 bilhões ao ano, o equivalente a 2,6% do PIB brasileiro.

A Economia Criativa, que hoje já apresenta uma média de remuneração superior a outros setores, será um dos grandes empregadores em um futuro breve.

O que está por trás desses dados é que a Economia Criativa assumiu um papel estratégico em todos os setores produtivos.
A sobrevivência na economia do século XXI, requer inovação em modelo de negócios, produção e diferenciação de produtos, algo que os profissionais criativos podem contribuir de maneira decisiva.
Fazer mais com menos, melhorar a eficiência e otimizar recursos são mantras da atualidade. Na nova etapa da economia global, a área criativa se tornou estratégica, inclusive para os negócios da indústria clássica, onde as ideias se tornaram os imputs necessários para a diferenciação e a geração de valor.

Escola São Paulo