Curso não disponível no momento

O Relatório de Auditoria – Linguagem e Estrutura

Curso

Em Rio De Janeiro ()

R$ 1.506

Descrição

  • Tipologia

    Curso

  • Nível

    Básico

  • Horário de aulas

    16h

  • Duração

    2 Dias

O Relatório de Auditoria é um instrumento formal e técnico, por meio do qual os auditores comunicam a execução de determinado trabalho, o resultado obtido, as avaliações, opiniões e recomendações que permitem controlar e dinamizar as funções administrativas.

Ao analisar fatos e apresentar sugestões e recomendações, deve o auditor basear-se no conhecimento específico e ater-se a fundamentos técnicos e legais que fortalecem a argumentação. É essencial, ainda, adotar uma estrutura frasal adequada, respeitar critérios gramaticais e normas de documentação que condicionam a divulgação e a publicação desse documento.

Visando adequar a redação do relatório à especificidade da gestão pública e privada, o programa atualiza conhecimentos linguísticos e desenvolve estratégias aplicadas à expressão de ideias e opiniões, à formulação de pontos de auditoria e à proposta de ações corretivas e preventivas.

Perguntas & Respostas

Levante suas perguntas e outros usuários poderão responder-te

Publicaremos apenas seu nome e pergunta

Matérias

  • Linguagem
  • Estrutura
  • Redação
  • Relatório de Auditoria
  • Linguagem e Estrutura
  • Auditoria e Controle
  • Funções administrativas
  • Fundamentos técnicos
  • Conhecimentos linguísticos
  • Auditores
  • Gestão Pública
  • Gestão privada

Professores

Vania Rizzo

Vania Rizzo

Professora IDEMP

Programa

APRESENTAÇÃO

O Relatório de Auditoria é um instrumento formal e técnico, por meio do qual os auditores comunicam a execução de determinado trabalho, o resultado obtido, as avaliações, opiniões e recomendações que permitem controlar e dinamizar as funções administrativas.

Ao analisar fatos e apresentar sugestões e recomendações, deve o auditor basear-se no conhecimento específico e ater-se a fundamentos técnicos e legais que fortalecem a argumentação. É essencial, ainda, adotar uma estrutura frasal adequada, respeitar critérios gramaticais e normas de documentação que condicionam a divulgação e a publicação desse documento.

Visando adequar a redação do relatório à especificidade da gestão pública e privada, o programa atualiza conhecimentos linguísticos e desenvolve estratégias aplicadas à expressão de ideias e opiniões, à formulação de pontos de auditoria e à proposta de ações corretivas e preventivas.

A QUEM SE DESTINA

Auditores de instituições públicas e empresas privadas, interessados em aperfeiçoar e adequar a emissão de relatórios, com base nas exigências e nos padrões da atualidade.

RESULTADOS PARA OS PARTICIPANTES

  • Capacidade de expressar-se de forma persuasiva, adequada e eficaz.
  • Formalização de ideias em função dos dados coletados, dos papéis de trabalho e das evidências.
  • Adequação da mensagem aos critérios de clareza, precisão, concisão, correção, coesão e coerência textual.
  • Valorização dos critérios de formatação do documento como elemento facilitador da leitura e intelecção da mensagem.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

• O TEXTO ORGANIZACIONAL

  • O processamento do texto:
    • exposição;
    • argumentação; e
    • persuasão.
  • Etapas da elaboração textual:
    • pensar;
    • planejar;
    • escrever; e
    • rever.
  • Do parágrafo ao texto:
    • tópico frasal;
    • estrutura do parágrafo; e
    • indução e dedução.
  • Condições de textualidade:
    • coesão;
    • coerência;
    • conectores sintáticos; e
    • relações semânticas.
  • Estratégias de Codificação:
    • clareza;
    • precisão;
    • concisão; e
    • correção.
  • Ruídos e as distorções:
    • preciosismo;
    • ambiguidade;
    • tautologia;
    • estereótipo; e
    • modismo.

• O RELATÓRIO DE AUDITORIA

  • Conceito e importância:
    • especificidades; e
    • impacto na gestão.
  • A formalização do relatório em função do contexto:
    • estrutura;
    • linguagem; e
    • recursos de formatação e ilustração.
  • Metodologia aplicada à produção do documento:
    • coleta de dados e informações gerenciais;
    • análise dos papéis de trabalho e das evidências;
    • seleção do material; e
    • elaboração e leitura crítica do escopo, dos pontos de auditoria, das oportunidades de melhoria e do parecer.

• NORMAS E CRITÉRIOS DE EDITORAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO

  • Datas.
  • Numeração.
  • Abreviaturas, siglas e símbolos.
  • Citações.
  • Notas.
  • Figuras, tabelas, quadros e gráficos.
  • Listas.

METODOLOGIA

Exposição dialogada e utilização de recursos audiovisuais, com ênfase na análise e na elaboração de relatórios de auditoria em exercícios individuais e em grupo.

O Relatório de Auditoria – Linguagem e Estrutura

R$ 1.506