FCRS - Faculdade Católica Rainha do Sertão

      Administração de Empresas

      FCRS - Faculdade Católica Rainha do Sertão
      Em Quixadá

      R$23.961

      Informação importante

      Tipologia Graduação
      Local Quixadá
      Duração 8 Semestres
      • Graduação
      • Quixadá
      • Duração:
        8 Semestres
      Descrição

      Formar Bacharéis de prestígio e competência nas diferentes áreas do conhecimento da Administração de Empresas, aptos a ingressarem nas melhores instituições de ensino de pós-graduação, nacionais ou estrangeiras, ou assumirem, com desenvoltura posições no setor produtivo regional, nacional ou transnacional, centrados no desenvolvimento da sociedade brasileira.

      Instalações (1)
      Instalações e datas
      Início Localização
      Consultar
      Quixadá
      Rua Juvêncio Alves, 660 - Centro - Quixadá-Ceará, 63900-000, Ceará, Brasil
      Ver mapa
      Início Consultar
      Localização
      Quixadá
      Rua Juvêncio Alves, 660 - Centro - Quixadá-Ceará, 63900-000, Ceará, Brasil
      Ver mapa

      Perguntas & Respostas

      Levante suas perguntas e outros usuários poderão responder-te

      Programa

      Informações
      Duração: 08 semestres
      Turno: Noturno
      Campus: II
      Portaria: Portaria de Autorização do Curso n º 158 de 12/01/04 do Ministério da Educação
      Mensalidade: R$ 499,20
      Coordenador(a): Polyana Karina Mendes Ximenes

      Contextualização
      O Curso de Administração de Empresas da Faculdade Católica Rainha do Sertão, fundamentado em valores cristãos, tem como missão contribuir significativamente para o desenvolvimento auto-sustentado e bem-estar de nosso povo a partir da competente e racional pesquisa científica nos diversos campos das ciências administrativas, da inteligente difusão destes conhecimentos necessários aos melhores interesses de nossa sociedade e da formação, na excelência do ensino, de administradores líderes, comprometidos e de prestígio nas diversas áreas do conhecimento administrativo, sempre à luz da ética e da moral cristã.

      Tendo por princípio a primazia do trinômio: qualidade acadêmica, compromisso social e desenvolvimento sobre o interesse puramente mercantil, sem abdicar da rentabilidade do empreendimento que constitui instrumento vital para a consecução dos seus objetivos e missão.

      Formas de Avaliação
      O Projeto de Avaliação do Ensino e da Aprendizagem pretende ter uma definição clara do que se quer avaliar e como se dará essa avaliação.

      O que avaliar
      A ênfase da avaliação da aprendizagem será as competências e habilidades que se hão de formar nos alunos para que estes adquiram o perfil desejado. Os conteúdos serão entendidos e usados mais como um meio para o aluno demonstrar a aquisição das competências intelectuais e habilidades.

      Como avaliar
      Avaliar competências e habilidades baseando-se em procedimentos inovadores, diversificados e interdependentes e instrumentos a fim de consolidar a avaliação e a medida.

      A estratégia central para avaliar questões que envolvam valores como ética, relação interpessoal, respeito às diferenças, etc. requer a participação atuante e comprometida dos alunos no processo de sua aprendizagem/avaliação, o que inclui estabelecer critérios para a promoção de uma avaliação de auto-gestão consciente e auto-avaliação criteriosa. Deve haver orientação necessária a cada caso e em cada situação, conforme as bases de um ensino preocupado em que o aluno aprenda e se desenvolva.

      A avaliação requer que todos os passos do processo ensino/aprendizagem tenham sua relevância, por isso que as modalidades de avaliação diagnóstica, formativa e somativa serão aqui empregadas.

      A avaliação diagnóstica será utilizada no processo seletivo de ingresso ao curso, por meio da análise dos resultados do vestibular, para classificação e inclusão no curso.

      A avaliação formativa será a modalidade marcante de acompanhamento do desenvolvimento da aprendizagem dos alunos. A avaliação de processo permitirá não somente a verificação da situação do aluno, mas também será útil para corrigir falhas nas estratégias pedagógicas e nos materiais didáticos utilizados.

      A avaliação somativa terá como principal finalidade a classificação ao final de determinados períodos, tendo em vista a promoção sucessiva do aluno, para levá-lo à certificação e à diplomação. Nessa modalidade de avaliação deverão ser considerados os conteúdos aprendidos pelo aluno e os procedimentos e atitudes relativos ao uso desses conteúdos, tudo isso atrelado a um contexto significativo.

      Para se obter uma avaliação fidedigna, as técnicas e instrumentos avaliativos deverão ser diversificados e viáveis, com objetivos claros para a aplicação de cada um.

      O projeto pretende abranger situações de auto-avaliação e avaliação compartilhada, sempre na intenção de facilitar a verificação das competências adquiridas, selecionando as técnicas e os instrumentos a serem utilizados. Adiante se apresenta um elenco básico dessas técnicas e dos principais instrumentos de verificação, o que não significa dizer que esses se esgotam nos exemplos descriminados.

      Principais Técnicas
      Entrevistas, observações, realização de eventos pedagógicos, aplicação de testes de conhecimento e supervisão de atividades discentes.

      Principais Instrumentos
      Testes e provas escritas, pareceres analíticos, portfólios, registros e anotações organizados para fins determinados, trabalhos escritos individuais, incluindo monografia, trabalhos de equipe, apresentação oral ou procedimental (por meio da organização de dinâmicas dirigidas/executadas pelos alunos).

      Todas as técnicas e instrumentos empregados deverão ter critérios definidos que possibilitam a avaliação da aprendizagem em sua dimensão da aquisição do saber (conteúdos), do saber ser (atitudes) e do saber fazer (procedimentos).

      Mercado de Trabalho
      Dentre outras áreas, o egresso do curso poderá atuar nas organizações:

      ·Identificando, criando e desenvolvendo oportunidades para abertura e condução de novos negócios;
      ·Participando da gestão de empresas privadas, seja na direção, controle, planejamento, desenvolvimento de estratégias, análise funcional de métodos e processos produtivos; e em áreas técnicas das organizações, como Produção, Pessoas, Marketing, Finanças, Materiais e Administração Geral;
      ·Assessorando e/ou prestando consultoria e assessoria em processos organizacionais, elaboração de planos de negócios, planos de marketing e análises estratégicas organizacionais.

      Objetivo
      Formar Bacharéis de prestígio e competência nas diferentes áreas do conhecimento da Administração de Empresas, aptos a ingressarem nas melhores instituições de ensino de pós-graduação, nacionais ou estrangeiras, ou assumirem, com desenvoltura posições no setor produtivo regional, nacional ou transnacional, centrados no desenvolvimento da sociedade brasileira.

      Difundir e socializar inteligentemente o saber acumulado das ciências administrativas dentre a sociedade a qual se serve.

      Estimular a inquietação reflexiva, a insatisfação com o saber científico contemporâneo e o sabor pela investigação, criação e o desenvolvimento científico.

      Suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento pessoal e profissional, estimulando a visão ética dos problemas do mundo atual, e em particular, dos regionais e nacionais.

      Perfil de Egresso
      Os egressos dos cursos de Administração de Empresas do Instituto Filosófico Teológico Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão destacar-se-ão pelas seguintes características:

      Ética
      Consciência social-cristã e, acima de tudo, comportamento ético e moral em todas as relações humanas.

      Metodicidade Analítica
      Competência metodológica no desdobramento e compreensão de problemas.

      Criatividade
      Capacidade de solucionar, com originalidade, problemas novos e inesperados.

      Agilidade Decisorial
      Desembaraço em ambientes sob pressão e dinâmicos que requeiram poder decisorial ágil e eficaz.

      Liderança
      Confiabilidade, postura e carisma que dignifiquem a profissão e a IES de origem.

      Versatilidade
      Competência analítica específica, ecleticidade generalística e compreensão dinâmico-holística do ambiente e mundo contemporâneo.

      Empreendedorismo
      Fé na capacidade de fazer acontecer

      Compare para escolher melhor:
      Ver mais