Treinamento Especializado em Normas Contábeis Internacionais - IFRS

FEBRABAN
Online

Preço a consultar
Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais

Informação importante

  • Curso
  • Online
Descrição

O treinamento visa oferecer ao mercado bancário brasileiro informações de alta qualidade, direcionadas à realidade das instituições financeiras, apresentando esta maneira nova de pensar e de "fazer" a contabilidade. Após o treinamento, os participantes poderão usar conceitos de IFRS e avaliar mudanças possíveis em termos de processos da contabilidade, elaborar as demonstrações financeiras ..
Dirigido a: Técnicos, analistas, profissionais em cargos executivos e gerenciais de áreas contábeis e afins, envolvidos com este assunto.

Informação importante

Programa

1) Baseado na clara necessidade de comparabilidade entre as demonstrações financeiras das companhias que estão buscando recursos de terceiros em outros países, bem como na necessidade de um fluxo maduro e sustentável de informações entre as entidades e suas partes relacionadas, o processo de convergência para as normas contábeis internacionais está em plena evolução no cenário mundial.


2) As normas internacionais estão sendo desenvolvidas pelo International Accounting Standard Board (IASB) e International Organization of Securities Commissions (IOSCO). O processo começou pelo 'Acordo de Sydney" em 2000, quando um pacote de normas foi publicado pelo IASB e endossado pelo IOSCO. Após esta etapa, a união européia decidiu incentivar seus participantes a adotar estas normas de contabilidade à partir de 2005, unificando assim as práticas contábeis na europa.

3) Em 2006 foi emitido um Memorando de Entendimento que define circunstâncias apropriadas para eliminar a exigência da reconciliação entre IFRS e USGAAP para todas as entidades estrangeiras listadas na bolsa de valores dos Estados Unidos. Depois deste movimento internacional, as autoridades brasileiras decidiram-se por alinhar as normas contábeis locais com as internacionais emitidas pelo IASB e definiu o projeto de convergência com finalização prevista para 2009.


As etapas iniciais foram:


1. A reformulação da lei que regula a matéria contábil no Brasil foi aprovada pelo congresso nacional e sancionada pelo presidente da República em dezembro de 2007;


2. Todas as companhias de capital aberto no Brasil estão obrigadas a publicar suas demonstrações financeiras de acordo com as normas contábeis internacionais (IFRS) a partir de 2010, segundo definição da CVM. Adicionalmente, todas as companhias fechadas de grande porte também estão sujeitas ao mesmo padrão contábil, segundo a Lei 11.638/07;

3. As instituições financeiras reguladas pelo Banco Central do Brasil estão obrigadas a preparar suas demonstrações financeiras de acordo com o IFRS a partir de 2009.


Assim, a questão normativa, que é um dos principais pilares para o processo de harmonização, está em fase avançada de desenvolvimento.


O outro pilar imprescindível é o treinamento de pessoas.


As normas contábeis internacionais, que as entidades brasileiras deverão adotar, não são apenas novos conceitos para a maioria dos profissionais da contabilidade, mas representam também uma maneira diferente de pensar. A convergência depende da habilidade de profissionais da contabilidade para implementá-los de forma correta, assim um programa de treinamento apropriado pode ser considerado fundamental para seu sucesso.


OBJETIVO


- O treinamento visa oferecer ao mercado bancário brasileiro informações de alta qualidade, direcionadas à realidade das instituições financeiras, apresentando esta maneira nova de pensar e de "fazer" a contabilidade.


- Após o treinamento, os participantes poderão usar conceitos de IFRS e avaliar mudanças possíveis em termos de processos da contabilidade, elaborar as demonstrações financeiras e atender aos requerimentos dos órgãos reguladores.


PÚBLICO-ALVO


Técnicos, analistas, profissionais em cargos executivos e gerenciais de áreas contábeis e afins, envolvidos com este assunto.


Pronunciamentos a serem ministrados com foco nos impactos para as Instituições Financeiras


Frameworks - Estrutura Conceitual para Preparação e Apresentação das Demonstrações Financeiras


IAS 17 - Operações de Arrendamento Mercantil


IAS 18 - Receitas


IAS 21 - Efeitos das Mudanças em Taxas Estrangeiras


IAS 23 - Custos de Captação


IAS 27 - Demonstrações Financeiras Consolidadas e Segregadas


IAS 28 - Investimentos em Coligadas e Controladas


IAS 31 - Investimento em Joint Ventures


IAS 38 - Ativos Intangíveis


IAS 39 - Instrumentos Financeiros: Reconhecimento e Mensuração


IFRS 1 - Adoção de IFRS pela primeira vez


IFRS 3 - Combinação de Negócios


A metodologia considerará que os participantes do treinamento estão iniciando o contato com a norma contábil internacional, portanto o programa foi estruturado de forma a contemplar os principais conceitos básicos para entendimento e aplicabilidade da norma


IVAN LUIS NACSA


Em mais de 8 anos de experiência no mercado financeiro, se especializou em contabilidade internacional. Possui sólida experiência em políticas contábeis e produtos bancários, notadamente em Produtos de Tesouraria. Participou ativamente do processo de desenvolvimento conceitual das normas internacionais de contabilidade no Banco ABN AMRO Real e contribuiu significativamente para a disseminação desses conceitos em diversas áreas da instituição. Iniciou sua carreira em auditoria na KPMG e é Bacharel em Ciências Contábeis.

RONALDO CÉSAR DIAS


Profissional com mais de 18 anos de experiência no mercado financeiro, especialista em contabilidade internacional, com forte experiência em gestão de projetos, controles internos e processos e normas contábeis. Foi responsável pelo projeto de implementação do IFRS no Banco Lloyds TSB e teve relevante participação no desenvolvimento sistêmico e conceitual no Banco ABN AMRO Real. Possui experiência em auditoria e consultoria pela PricewaterhouseCoopers. Graduado em Administração de Empresas, com pós-graduação em Gestão Empresarial (MBA) e mestrando em Contabilidade pela PUC-SP.

SILVIO CÉSAR FERREIRA


Possui mais de 18 anos de experiência em contabilidade de instituições financeiras, com especialização em processos e controles contábeis, fiscais e gerenciais. É responsável pela área de Diretriz e Orientações Contábeis do ABN AMRO Real, com foco em normas contábeis internacionais. Foi controller do BNP Paribas e possui experiência em auditoria e consultoria pela Arthur Andersen. Graduado em Ciências Contábeis, pós-graduado em Administração Financeira e com especialização em Finanças pela FGV. Participou de inúmeros cursos e seminários de formação acadêmica e profissional.


Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais