Psicologia

Universidade Católica Dom Bosco UCDB
Em Campo Grande

Preço a consultar
Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais

Informação importante

  • Graduação
  • Campo grande
  • Duração:
    10 Semestres
Descrição

Informação importante
Instalações

Instalações e datas

Início Localização
Consultar
Campo Grande
Av. Tamandaré, Tamandaré-Jardim Seminário - Campo Grande/Ms Cep 79 117 900, 79117 900, Mato Grosso do Sul, Brasil
Ver mapa

Programa

O nosso curso vem buscando, tanto na produção científica quanto na formação profissional, uma ampliação de seus serviços à população rompendo as dificuldades a que estão sujeitos como o desemprego, a exclusão e ausência de compromisso social.

O Curso de Psicologia a Psicologia busca abranger uma formação acadêmica e de produção científica da Psicologia, adequada às necessidades de saúde da população de forma efetiva gerando respostas às necessidades sociais e inserção profissional da categoria nos diversos setores da sociedade, entre eles: Sistema Único de Saúde, Sistema Educacional, Sistemas Empresariais, Assistência Social compreendendo as esferas públicas e privadas.


Finalidade

O Curso de Psicologia da UCDB está voltado para o desenvolvimento humano e social através da formação de profissionais capacitados para o domínio instrumental e crítico dos elementos fundamentais da ciência psicológica. Voltada para vários tipos de intervenção que representam uma atuação para a prevenção e promoção da saúde e qualidade de vida. Para tanto o Curso de Psicologia, oferecido pela UCDB tem como fundamento os seguintes princípios:


PRINCÍPIO 1 - Propiciar a indissociabilidade entre o Ensino, a Pesquisa e a Extensão; caracterizado pela pesquisa no ensino e substituindo o ensino meramente reprodutivo e, consequentemente gerando e transformando conhecimentos a serviço da sociedade, e a extensão do ensino articulada com a pesquisa, inserida na realidade e respondendo a problemas concretos;


PRINCÍPIO 2 - Garantir o pluralismo teórico, pela dispersão que marca o campo da psicologia quanto às orientações teórico-metodológicas. Buscar garantir acesso as diferentes e mais representativas abordagens, espaços para explicitar os seus pressupostos, sua concepção a respeito da psicologia, os métodos e categorias empregados para seu estudo, à vinculação entre o conhecimento e a prática social aprofundando as raízes históricas de cada disciplina.


PRINCÍPIO 3 - Pautar-se pela formação generalista e suficiente para o exercício profissional. Apóia-se no reconhecimento da necessidade de oferecer formação que permita o aprofundamento de conhecimentos e habilidades profissionais para atuar em distintos segmentos de mercado.


PRINCÍPIO 4 - Garantir a integração teórico-prática ao longo de todo o currículo, através de metodologias de ensino empregadas em sala de aula e vivências que colocam o aluno em contato com situações, contextos e experiências.


PRINCÍPIO 5 - Promover o compromisso ético em todas as disciplinas, como imagens do ser humano e do seu agir na cultura ocidental e ética nas diferentes situações do exercício acadêmico e profissional.


PRINCÍPIO 6 - Garantir a formação científica, reconhecendo à Psicologia como uma disciplina que produz conhecimento, bem como os aplica. Esta incluída à formação teórico-metodológica--prática, atravessando nas disciplinas e com projetos de pesquisa.


PRINCÍPIO 7 - Garantir o compromisso às problemáticas sociais, valorizando as disciplinas vinculadas às interfaces sociais, incentivando o uso de bibliografia nacional de boa qualidade, experiências acadêmicas que sensibilizam os alunos para a compreensão das questões sociais e práticas em diferentes instituições e contextos sócio-culturais diversos.


PRINCÍPIO 8 - Garantir uma formação interdisciplinar; pautando-se em situar a psicologia no conjunto de conhecimentos sobre o ser humano, através da compreensão da interação da Psicologia com as diferentes ciências. Para garantir a interdisciplinaridade, desenvolve-se "práticas integradas". Estas atividades são dispositivos curriculares que colocam em contato diferentes disciplinas garantindo além da oportunidade de vivências interdisciplinares a consolidação de uma identidade profissional generalista, com pensamento crítico e reflexivo do acadêmico integrando diferentes conhecimentos, garantindo com isso um menor desgaste ao vivenciar práticas menos pulverizadas e melhor contextualizadas.


PRINCÍPIO 9 - Garantir formação para atuar em equipes multiprofissionais, promovendo o desenvolvimento de competência em aspectos intra e interprofissionais e de práticas inter e transculturais.


PRINCÍPIO 10 - Promover a construção da identidade profissional do psicólogo, através da implantação da política e pela valorização da presença e do papel do psicólogo na sociedade. São realizadas atividades que propiciam contatos com Psicólogos de diversas áreas e instituições da comunidade, como também, desenvolvimento de competências de atuação, inserção e intervenção adquiridas em práticas supervisionadas.


Objetivos


São objetivos da Formação de Psicólogos:

- Constituir competência profissional a fim de promover a saúde mental de todo ser humano de forma integral;

- Contribuir para uma transformação da realidade , colaborando com a discussão e implementação de uma política de saúde que seja justa e para todos;

- Integrar teoria e prática, perseguindo tanto um sólido rigor científico quanto uma vibrante sensibilidade para o social;

- Possuir um conhecimento básico das teorias e métodos da Psicologia, que o permita a compreensão e utilização adequadas, assim como a sua avaliação;

- Dimensionar a sua prática profissional na busca de colaboração com outros profissionais.

- Articular espaço da Psicologia com os outros campos de produção de saber e de intervenção;

- Ser um profissional contextualizado e comprometido com o enfrentamento da desigualdade e exclusão;

- Conhecer, praticar e promover os princípios éticos da sociedade ( constitucional e da profissão);

Momentos da formação do psicólogo na estrutura geral do curso


NÚCLEO COMUM DA FORMACÃO DO PSICÓLOGO

Conjunto de atividades e disciplinas voltadas para desenvolver competências e habilidades que configuram a base comum da formação em Psicologia em todo o país e, portanto, fundamental para o desenvolvimento da identidade profissional.


ÊNFASES CURRICULARES

Conjunto de atividades e disciplinas que configuram as prioridades assumidas pela UCDB para a formação do psicólogo e que implicam na oferta de oportunidades de aprofundamento de algumas competências básicas da formação do psicólogo.

Eixos Estruturantes

Eixo 1 - Fundamentos Epistemológicos e Históricos da Psicologia,

Eixo 2 - Fundamentos Metodológicos

Eixo 3 - Interfaces da Psicologia com Campos Afins

Eixo 4 - Fenômenos e Processos Psicológicos

Eixo 5 - Procedimentos para Investigação e a Prática Profissional

Eixo 6 - Práticas Profissionais

As Práticas profissionais é eixo articulador entre a teoria e prática proposta nesta estrutura curricular.

Neste processo formativo procura-se garantir ao máximo a indissociabilidade entre atividades de apropriação do conhecimento (ensino), construção do conhecimento (pesquisa) e aplicação do conhecimento (intervenção por meio de extensão universitária e estágios supervisionados).

Profissional Pretendido

Perfil Profissional/Egresso
(modelo de competências que embasa a proposta curricular)

No contexto em que este Curso de Psicologia se insere identifica-se um desenvolvimento e transformação da realidade social e isto pressupõe uma série de mudanças em nível tecnológico, de valores, de modos de vida, nos processos intrapessoais e nas relações interpessoais, a UCDB pretende que o psicólogo formado nesta Instituição seja um profissional que:

- detenha o conhecimento conceitual, metodológico e técnico da Psicologia enquanto área do conhecimento;

- acolha ou identifique demandas de serviço a partir da análise da realidade empreendida com base no conhecimento da área, de modo a identificar e caracterizar o(s) fenômeno(s) psicológicos (s) envolvidos nesta demanda;

- planeje a intervenção ou a prestação de serviço considerando, ao mesmo tempo, o conhecimento da área e da realidade e os resultados pretendidos;


- implemente o plano elaborado empregando as técnicas, procedimentos e métodos de intervenção adequados ao contexto considerado;


- interprete o resultado das suas ações, ao longo de todo o processo de intervenção ou prestação de serviço, à luz das relações entre o conhecimento de psicologia e a realidade social na qual atua;


- avalie os resultados de suas ações empreendidas, considerando a natureza e grau dos benefícios para a população envolvida;


- Atue em equipes inter e multiprofissionais, quando os processos e fenômenos envolvidos necessitar

Ao apresentar este perfil, espera-se que este profissional esteja apto a atuar nos diversos campos da Psicologia e em condições de construir projetos adequados às novas situações que haverá de encontrar em seu trabalho e capaz de pensar, analisar e criticar as teorias e as situações práticas para intervir adequadamente nas demandas.

A resposta desta universidade católica e comunitária a esta realidade deve corroborar o perfil de um profissional com forte instrumentação e compromisso científico, sólido engajamento social, rigorosa postura ética, larga capacidade de critica e de síntese e, sobretudo, uma indomável curiosidade científica, em sentido largo. Profissional este voltado para a promoção da saúde, qualidade de vida e do bem estar global da pessoa humana.

Programa de Acompanhamento e Atendimento ao Egresso (Sugestão)

Esse Programa vem aos poucos se configurando e pretende sua implantação a partir do oitavo semestre do curso, com a participação dos alunos, como atividade prática ligada ao programa ASA - Atenção a Saúde Acadêmica com um sub-projeto voltado a orientação de carreira que incluirá o acompanhamento do desenvolvimento e da inserção profissional do aluno, a partir do 7º Semestre do Curso de Psicologia por meio dos estágios supervisionados de uma forma mais direta.


Após a obtenção do Grau de Psicólogo, este Programa oportunizará uma continuidade por meio de um atendimento constante ao egresso, que possibilite uma orientação de carreira desses ex-alunos, tanto em termos de estimular a educação continuada, como possibilitar a inserção profissional, em certos casos.


Pressupõe-se que o desenvolvimento desta prática, através do Programa de Acompanhamento e Atendimento ao Egresso, possibilitará uma avaliação constante do Projeto Pedagógico do Curso proposto no que diz respeito a grade curricular e programas de ensino, bibliografia utilizada, metodologias de ensino. Entende-se também que esta prática permitirá o desenvolvimento de propostas de atualização curricular bem como dos programas de ensino e respectivas referências bibliográficas, quando necessária.


O ensino no curso de Psicologia da UCDB, entende que tal articulação favoreça a formação de profissionais, engajados numa prática responsável, voltada para a realidade social do país e da região Centro-Oeste onde o Curso está inserido.


Constitui-se também um bom indicador para as possíveis demandas da Pós-graduação e Formação Continuada desta categoria de profissionais



Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais