Fisioterapia

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
Em Dourados

Preço a consultar

Informação importante

  • Graduação
  • Dourados
  • Duração:
    8 Semestres
Descrição

O curso de Fisioterapia da UNIGRAN tem o objetivo de exercer a prática pedagógica centrada no aprendizado, com visão integrada e democrática, formando um profissional com o conhecimento de saúde global, preventiva, curativa e reabilitadora, preparado para exercer sua profissão em todas as áreas de atuação: equipe interdisciplinar; instituições públicas, privadas e autônomas; cargos administrativos.
Dirigido a: O egresso do curso de Fisioterapia da UNIGRAN deverá ter uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, com base no rigor científico e intelectual, respeitando o ser humano e a comunidade nos aspectos sociais, culturais, éticos, bioéticos, científicos, econômicos e políticos, e, desta forma, contribuir para o desenvolvimento da profissão e da região da Grande Dourados, do Estado de Mato Grosso do Sul e do País.

Informação importante
Instalações

Instalações e datas

Início Localização
Consultar
Dourados
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário, 79.824-900, Mato Grosso do Sul, Brasil
Ver mapa

Opiniões

Ainda não existem comentários sobre esse curso

Programa

Turno:
Integral / Noturno

Grau Outorgado:
Bacharel

Duração:
8 semestres


Número de Vagas:
80 Vagas

Coordenadora:
Profª M.Sc. Angela Midori Kuraoka de Oliveira

O curso de Fisioterapia da UNIGRAN, ao longo de 10 anos (1999- 2008), estruturou-se para estar fundamentado em uma idéia altamente influenciada no dinamismo da capacidade de inovar, autenticar e adequar seus objetivos, mecanismos e instrumentos elaborados a partir das evidências concretas rigorosamente avaliadas, e visa a formação de um profissional que tenha visão das necessidades de trabalho não só da região, mas também no âmbito nacional.

O curso de Fisioterapia da UNIGRAN foi construído coletivamente, buscando a formação integral do acadêmico, considerando as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Fisioterapia, Resolução CNE/CES 4, de 19 de fevereiro de 2002, e é atualizado constantemente acompanhando as tendências sócio-políticas. Desta forma, o Curso de Fisioterapia contempla a atenção aos conhecimentos específicos, sem deixar de observar a necessidade de desenvolver, nos futuros profissionais, competências e habilidades para enfrentar uma sociedade em vertiginosa transformação. Para efetivar essa proposta, o Curso de Fisioterapia também valoriza outros aspectos como as Atividades de Extensão, monitoria, estágios nos diversos níveis de formação e áreas de atuação, iniciação científica, cursos de extensão, visitas orientadas dentre outros programas de complementação de estudos.

A Fisioterapia iniciou-se, como formação profissional técnica, na década de 50. Em 1963, com o Parecer nº 388/63 do Conselho Federal de Educação foi estabelecida a formação de profissionais em Fisioterapia e Terapia Ocupacional, aparecendo assim, os primeiros cursos de nível superior. No dia 13 de outubro de 1969 foi regulamentada pelo decreto lei nº 938, em seu artigo 3º, que diz: "é atividade privativa de Fisioterapia executar métodos e técnicas fisioterapêuticas com a finalidade de restaurar, desenvolver e conservar a capacidade física do paciente".

As concepções de formação profissional, na área de Fisioterapia, têm evoluído progressivamente, desde a criação do primeiro currículo mínimo pelo CNE (1963). Essa evolução tem fundamental importância no objetivo de acompanhar a natureza da evolução do sistema de saúde, dos avanços científicos e tecnológicos, do aumento dos esforços para melhorar a qualidade de vida da população, assim como de conter os custos da saúde pública e privada através da promoção e da prevenção de doenças, da repercussão do aumento da idade populacional e da crescente necessidade de qualidade de vida em todas as fases da vida do ser humano.

Sendo assim, tais tendências determinam um perfil profissional de fisioterapeuta, bacharel, com formação generalista, humanística, crítica e reflexiva, capacitado para atuar em todos os níveis de atenção à saúde. Este profissional deve possuir uma visão ampla e global, respeitando os princípios éticos/bioéticos, morais e culturais do indivíduo e da coletividade. Deverá ter como objeto de estudo o movimento humano em todas as suas formas de expressão e potencialidades, quer nas alterações patológicas, cinético-funcionais, quer nas suas repercussões psíquicas e orgânicas. Esta profissão objetiva preservar, desenvolver, restaurar a integridade de órgãos, sistemas e funções, desde a elaboração do diagnóstico físico e funcional até a eleição e execução dos procedimentos fisioterapêuticos pertinentes a cada situação. É um profissional voltado ao desenvolvimento científico e apto a adquirir conhecimentos que possam garantir uma educação continuada e permanente.

Detentor do conhecimento sobre o homem como universo do saber e da cultura, os profissionais fisioterapeutas têm que ser atuantes e atuais, desde os parâmetros biológicos até os sociais, tendo compromisso constante com a cientificidade e a cidadania, estando inseridos no contexto sóciopolítico-econômico da atualidade.


OBJETIVO:

Objetivo Geral

O curso de Fisioterapia da UNIGRAN tem o objetivo de exercer a prática pedagógica centrada no aprendizado, com visão integrada e democrática, formando um profissional com o conhecimento de saúde global, preventiva, curativa e reabilitadora, preparado para exercer sua profissão em todas as áreas de atuação: equipe interdisciplinar; instituições públicas, privadas e autônomas; cargos administrativos e ensino e pesquisa. Esses profissionais deverão ser dotados de informações em todos os níveis, para que a realidade seja percebida e transformada continuamente, a fim de poderem contribuir para gerar novos conhecimentos por meio da investigação baseada em evidências, e colabore com a manutenção da saúde, do bem estar e da qualidade de vida das famílias e comunidades, considerando as circunstâncias políticas, sociais, culturais, econômicas, ecológicas e biológicas.

O curso de Fisioterapia da UNIGRAN objetiva, também, preparar o acadêmico para que possa fazer um diagnóstico cinético-funcional e elaborar, através de um raciocínio rápido e preciso, um programa de intervenção adequado. As atividades complementares promovidas e estimuladas pelo curso de Fisioterapia, também estimulam a atualização constante dos conhecimentos, assim como a expansão dos conhecimentos nas diversas áreas de atuação teórico-prático do Fisioterapeuta.

Objetivos Específicos

preparar o acadêmico para exercer a profissão com segurança e competência na prestação e assistência da recuperação física e funcional do indivíduo, respeitando a sua a situação bio-psicossocial;

desenvolver o espírito crítico e de responsabilidade que permita uma atuação preventiva, dirigida para a melhoria da qualidade de vida da população humana, e um raciocínio rápido e preciso na solução de problemas apresentados, respeitando as individualidades dentro do mais alto rigor científico, ético e moral;

capacitar o acadêmico para fazer um diagnóstico cinético-funcional, através de exames propedêuticos e complementares, com a elaboração de um programa de tratamento adequado, objetivando a habilitação e/ou reabilitação, respeitando as limitações de cada individuo;

ter plenas condições de solucionar casos de emergências, relacionados à eficácia dos recursos tecnológicos, garantindo a qualidade e segurança do procedimento fisioterapêutico;

desenvolver amplamente aspectos profissionais, que possam estar relacionados ao trabalho do fisioterapeuta, tornando-o apto a intervir em todas as áreas de atuação, quando necessário;

contribuir para a produção do conhecimento e desenvolvimento regional, através da elaboração de projetos de pesquisa e extensão;

subsidiar teórico-metodologicamente o acadêmico para as ações de planejamento, organização e gestão de serviços de saúde públicas ou privadas, acessando e prestando consultorias e auditorias no âmbito de sua competência profissional;

desenvolver o espírito de cooperação para que os mesmos possam interagir com profissionais de outras áreas da saúde, observado os princípios éticos inerente ao exercício profissional;

o profissional fisioterapeuta tem, também, como finalidade, a prática clínica. Portanto, este deve refletir e adaptar-se às alterações no sistema de saúde e descobertas sobre o corpo humano, estando em constante atualização de seus conhecimentos.


PERFIL PROFISSIONAL:

O egresso do curso de Fisioterapia da UNIGRAN deverá ter uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, com base no rigor científico e intelectual, respeitando o ser humano e a comunidade nos aspectos sociais, culturais, éticos, bioéticos, científicos, econômicos e políticos, e, desta forma, contribuir para o desenvolvimento da profissão e da região da Grande Dourados, do Estado de Mato Grosso do Sul e do País.

O fisioterapeuta graduado na UNIGRAN deve ter uma visão ampla e global do indivíduo e da coletividade, com raciocínio crítico e reflexivo para agir como membro ativo de um sistema organizado de saúde. Deverá, ainda, ter como objeto de estudo o movimento humano em todas as suas formas de expressão e potencialidades objetivando preservar, desenvolver e restaurar a integridade de órgãos, sistemas e funções, desde a elaboração do diagnóstico físico e funcional e a execução dos procedimentos fisioterapêuticos pertinentes a cada situação, demonstrando competência para atuar na promoção de saúde e desenvolver ações de prevenção, tratamento e reabilitação em nível individual e coletivo, de forma integral e interdisciplinar. Neste contexto, será capaz de elaborar um diagnóstico cinético-funcional, traçar objetivos e condutas apropriadas para a preservação, desenvolvimento ou restauração da integridade física do(s) indivíduo(s).

O egresso deve, acima de tudo, ser dotado de ética profissional; de capacidade de atuação em todos os níveis de atenção à saúde; de realizar um diagnóstico cinesiológico-funcional;de planejar condutas e decidir pela alta fisioterapêutica; contribuindo com a sociedade em que está inserido;com condições de planejar, organizar e gerir serviços de saúde, assim como assessorar, prestar consultorias e auditorias no âmbito de sua competência profissional; ser capaz de emitir laudos, pareceres, atestados e relatórios; prestar esclarecimentos e orientações ao indivíduo e familiares, de forma ética; manter a confidencialidade das informações; encaminhar e discutir casos com outros profissionais; trabalhar com a fisioterapia baseada em evidências e dominar métodos de investigação científica e, finalmente, conhecer a fundamentação histórica inerente à profissão.

Campo de Atuação

O fisioterapeuta, segundo a Classificação Brasileira de Ocupações - 2236/CBO/2002, confere ao Fisioterapeuta as competências de: atender, habilitar e analisar condições de pacientes e clientes, realizar diagnósticos específicos, orientar pacientes, clientes, familiares, cuidadores e responsáveis, desenvolver programas de prevenção, promoção de saúde e qualidade de vida, exercer atividades técnico-científicas, administrar recursos humanos, materiais e financeiros, executar atividades administrativas, comunicar-se com outros profissionais, assim como promover campanhas educativas, produzindo manuais e folhetos, além de redigir artigos, capítulos e livros, assim como deve demonstrar competências pessoais de liderança, tomada de decisões, especializações, dentre outras.

O profissional Fisioterapeuta pode trabalhar em estabelecimentos como: Consultórios e Clínicas de Fisioterapia, Centros de Reabilitação, Unidades Básicas de Saúde, Estratégia de Saúde na Família, Centros Geriátricos, Spas, Hospitais especializados, Indústria, Escola, Empresas, Bancos, Clubes esportivos, Atendimento Domiciliar, Home Care, Unidade de Terapia Intensiva, Equipe multidisciplinar e no ensino Superior. A profissão é regulamentada pelo Decreto Federal n. 938, de 13/10/69.