Filosofia

FCRS - Faculdade Católica Rainha do Sertão
Em Combate

Preço a consultar
Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais

Informação importante

  • Graduação
  • Combate
  • Duração:
    8 Semestres
Descrição

Assim, o Curso de Filosofia, a par de atender às exigências legais, culturais e regionais, permite a formação de Bacharéis efetivamente habilitados ao exercício da profissão que certamente trarão vantagens indiscutíveis para a elevação do nível da cultura do Sertão Central Cearense, com reflexos positivos em todos as áreas em que a ação do Filósofo se possa fazer sentir.
Dirigido a: ·compreender a dinâmica da realidade, utilizando-se das diversas áreas do conhecimento para elaborar processos investigativos - que facilitem o aperfeiçoamento ou a produção de novas práticas filosóficas;·apresentar capacidade crítico-reflexiva sobre sua prática, articulando formação inicial à continuada;·gerenciar seu próprio aprimoramento profissional;

Informação importante
Instalações

Instalações e datas

Início Localização
Consultar
Combate
Rua Basílio Pinto S/N - Combate, 63900-000, Ceará, Brasil
Ver mapa

Programa

Informações
Duração: 08 Semestres
Turno: Manhã e Noite
Campus: Campus I
Portaria: 12/01/2004
Mensalidade: R$ 246,40
Coordenador(a): Ms. Francisco Cleilson Rodrigues De Medeiros

Contextualização
A expectativa do Curso de Filosofia da Faculdade Católica Rainha do Sertão é a descoberta do referencial epistemológico, na perspectiva de aprimorar e solidificar os estudos filosóficos em nível de graduação.

Para atingir o perfil proposto, procurar-se-á sempre, respeitando a estrutura de cada disciplina, a operacionalização dos planos de ensino, de forma a possibilitar que as diferentes áreas de conhecimento se interpenetrem e se relacionem dentro de um processo de intensa cooperação.

Desse modo, a proposta do Curso, corporificada pela Faculdade Católica, decorre de imperiosa e inafastável exigência de um projeto arrojado, que permitirá ao Bacharel de Filosofia uma formação integral (interdisciplinar, teórica, crítica, dogmática e prática).

Assim, o Curso de Filosofia, a par de atender às exigências legais, culturais e regionais visa a formação de Bacharéis efetivamente habilitados ao exercício da profissão que certamente trarão vantagens indiscutíveis para a elevação do nível da cultura, com reflexos positivos em todos as áreas em que a ação do Filósofo se possa fazer sentir.

Formas de Avaliação
O Projeto de Avaliação do Ensino e da Aprendizagem pretende ter uma definição clara do que se quer avaliar e como se dará essa avaliação.

O que avaliar
A ênfase da avaliação da aprendizagem será as competências que se hão de formar nos alunos para que estes adquiram o perfil desejado. Os conteúdos serão entendidos e usados mais como um meio para o aluno demonstrar a aquisição das competências selecionadas para sua formação.

Como avaliar
Avaliar competências baseando-se em procedimentos inovadores, diversificados e interdependentes, usando variados instrumentos, a fim de consolidar a avaliação e a medida.

A estratégia central para avaliar questões que envolvam valores como ética, relação interpessoal, respeito às diferenças, desempenho, capacidade de pesquisa cientifica e de reflexão filosofica requer a participação atuante e comprometida dos alunos no processo de sua aprendizagem/avaliação, o que inclui estabelecer critérios para a promoção de uma avaliação de auto-gestão consciente e auto-avaliação criteriosa. Deve haver orientação necessária a cada caso e em cada situação, conforme as bases de um ensino preocupado em que o aluno aprenda e se desenvolva.

A avaliação requer que todos os passos do processo ensino/aprendizagem tenham sua relevância, por isso que as modalidades de avaliação diagnóstica, formativa e somativa serão aqui empregadas.

A avaliação diagnóstica será utilizada no processo seletivo de ingresso ao curso, por meio da análise dos resultados do vestibular, para classificação e inclusão no curso.

A avaliação formativa será a modalidade marcante de acompanhamento do desenvolvimento da aprendizagem dos alunos. A avaliação de processo permitirá não somente a verificação da situação do aluno, mas também será útil para corrigir falhas nas estratégias pedagógicas e nos materiais didáticos utilizados.

A avaliação somativa terá como principal finalidade à classificação ao final de cada disciplina. Nessa modalidade de avaliação deverão ser considerados os conteúdos aprendidos pelo aluno e os procedimentos e atitudes relativos à prática vinculada a cada tema avaliado, tudo isso atrelado a um contexto significativo.

Para se obter uma avaliação fidedigna, as técnicas e instrumentos avaliativos deverão ser diversificados e viáveis, com objetivos claros para a aplicação de cada um.

O projeto pretende abranger situações de auto-avaliação e avaliação compartilhada dos alunos, sempre na intenção de facilitar a verificação das competências adquiridas, selecionando as técnicas e os instrumentos a serem utilizados. Adiante se apresenta um elenco básico dessas técnicas e dos principais instrumentos de verificação, o que não significa dizer que esses se esgotam nos exemplos discriminados.

Principais Técnicas
Entrevistas, observações, realização de eventos acadêmicos, aplicação de testes de conhecimento (produção de textos, apresentação oral de argumentos filosoficos) e supervisão de atividades discentes.

Principais Instrumentos
Testes e provas escritas, registros e anotações organizados para fins determinados, trabalhos escritos individuais, incluindo monografia, trabalhos de equipe, apresentação oral ou procedimental (por meio da organização de dinâmicas dirigidas/executadas pelos alunos).

Todas as técnicas e instrumentos empregados deverão ter critérios definidos. Eis alguns critérios básicos que possibilitam a avaliação da aprendizagem em sua dimensão da aquisição do saber:

·grau de participação do aluno em atividades que exijam produção individual e em equipe;
·planejamento, organização, coerência de idéias e clareza na elaboração de trabalhos escritos ou destinados à demonstração de seu domínio profissional;
·valores que indiquem uma postura harmoniosa entre os envolvidos no processo da aprendizagem (a serem definidos pelos próprios alunos, sob a orientação docente);
·criatividade e o uso de recursos diversificados;
·Outros critérios deverão ser definidos pelos alunos e docentes.
O Curso de Filosofia possui carga horária total de 2.550h.

Mercado de Trabalho
Para atingir o perfil proposto, procurar-se-á sempre, respeitando a estrutura de cada disciplina, a operacionalização dos planos de ensino, de forma a possibilitar que as diferentes áreas de conhecimento se interpenetrem e se relacionem dentro de um processo de intensa cooperação.

Desse modo, a proposta do Curso, corporificada pelo Instituto Filosófico-Teológico Rainha do Sertão, decorre de imperiosa e inafastável exigência de um projeto arrojado, que permitirá ao Bacharel de Filosofia uma formação integral (interdisciplinar, teórica, crítica, dogmática e prática).

Assim, o Curso de Filosofia, a par de atender às exigências legais, culturais e regionais, permite a formação de Bacharéis efetivamente habilitados ao exercício da profissão que certamente trarão vantagens indiscutíveis para a elevação do nível da cultura do Sertão Central Cearense, com reflexos positivos em todos as áreas em que a ação do Filósofo se possa fazer sentir

1.Atuar individual, associada e coletivamente no processo de comunicação no seu desempenho profissional;
2.buscar a pesquisa e investigação para transmissão crítica e produção criativa filosófica;
3.equacionar problemas e buscar soluções harmônicas nas demandas individuais e coletivas;
4.Adotar um modo especificamente filosófico de formular e propor soluções a problemas, nos diversos campos do conhecimento;
5.dominar o conhecimento científico da pesquisa, dos métodos e das técnicas, visando incentivar a fundamentação científica dos trabalhos filosóficos;
6.exercitar com competência técnica, política, científica e ética as funções que vier a desenvolver nos diversos segmentos públicos, privados ou no exercício liberal da profissão;
7.construir um referencial teórico-prático que o possibilite adquirir conhecimentos novos acerca da Filosofia, contribuindo para as transformações estruturais imprescindíveis para a construção de uma Nação socialmente justa e equilibrada;
8.desenvolver a pesquisa filosófica, visando incentivar a fundamentação científica dos trabalhos monográficos no final do curso;
9.capacidade de desenvolver uma consciência crítica sobre conhecimento, razão e realidade sócio-histórico-política;
10.capacidade para análise, interpretação e comentário de textos teóricos, segundo os mais rigorosos procedimentos da técnica hermenêutica;
11.compreensão da importância das questões acerca do sentido e da significação da própria existência e das produções culturais;
12.percepção da integração necessária entre a filosofia e a produção científica, artística, bem como o agir pessoal e político;
13.capacidade de relacionar o exercício da crítica filosófica com a promoção integral da cidadania e com respeito à pessoa, dentro da tradição de defesa dos direitos humanos; capacidade de leitura e compreensão de textos filosóficos em língua estrangeira;
14.domínio de tecnologias e métodos para permanente compreensão e aplicação da Filosofia;

Objetivo
Para atender à sua missão formadora, o Curso de Filosofia da Faculdade Católica tem como objetivos:

·Evidenciar a pertinência da filosofia enquanto análise da realidade como um todo e, em particular, da experiência humana em sua multifacetada complexidade;
·Examinar, criteriosamente, os temas centrais dos grandes filósofos;
·Conhecer os principais movimentos da história da filosofia;
·Conscientizar para a crítica a propósito do alcance e dos limites dos tipos de conhecimentos, especialmente o conhecimento científico;
·Habilitar o profissional para o pleno exercício profissional, através da busca da construção do conhecimento, a partir de - categorias, conceitos, práticas e informações sobre o fenômeno filosófico e suas conseqüências socioculturais;
·Preparar o profissional para o exercício competente no âmbito social, cultural, antropológico, filosófico, ético, científico e religioso na sociedade;
·Possibilitar o acesso aos direitos previstos nas legislações específicas do Curso;
·Capacitar profissionais para dedicarem-se à pesquisa, contribuindo cientificamente para o desenvolvimento dos estudos filosóficos;
·Formar um profissional capaz de atuar, com competência e rigor, na pesquisa em todos os níveis, onde ela vier a ser exercida;
·favorecer a abordagem interdisciplinar nas áreas abrangidas pelo Curso;
·conscientizar o profissional da necessidade do seu constante aperfeiçoamento profissional dentro da perspectiva de educação continuada e permanente;
·incentivar atividades complementares como forma de ampliar o conhecimento e a capacidade articuladora.

Perfil de Egresso
Com os objetivos propostos para o Curso de Graduação em Filosofia - Bacharelado, o profissional egresso será capaz de:

·compreender a dinâmica da realidade, utilizando-se das diversas áreas do conhecimento para elaborar processos investigativos - que facilitem o aperfeiçoamento ou a produção de novas práticas filosóficas;
·apresentar capacidade crítico-reflexiva sobre sua prática, articulando formação inicial à continuada;
·gerenciar seu próprio aprimoramento profissional;
·reconhecer o impacto das novas filosofias como um dos requisitos para a construção e efetivação da cidadania, assim como para a renovação da sua prática filosófica;
·Articular a filosofia a outras manifestações culturais, apontando a diversidade dos fenômenos filosóficos em relação ao processo histórico-social;
·Compreender a construção do fenômeno humano sob a influência da contribuição filosófica;
·Analisar, descrever e explicar os fenômenos filosóficos;
·Desenvolver a capacidade de ler e escrever textos filosóficos;
·Envolver-se com a pesquisa, direcionada principalmente aos programas de pós-graduação em Filosofia, bem como ao magistério superior;

Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais