Engenharia de Plásticos

ULBRA Universidade Luterana do Brasil
Em Canoas

Preço a consultar
Ou prefere ligar para o centro agora?
(55) ... Ver mais

Informação importante

  • Graduação
  • Canoas
  • Duração:
    60 Mêses
Descrição

Informação importante
Instalações

Instalações e datas

Início Localização
Consultar
Canoas
V. Farroupilha, Nº 8001 · Bairro São José, 92425-900, Rio Grande do Sul, Brasil
Ver mapa

Programa

Modalidade: Formação Específica


Forma profissional habilitado a desempenhar sua função em indústrias de fabricação e transformação de plásticos e borrachas, atuando em planejamento; gerenciamento de produção; otimização do processo produtivo; engenharia de qualidade; pesquisa e desenvolvimento de novos produtos desde o protótipo às matrizes, com determinação dos materiais poliméricos e dos processos mais adequados· Realiza estudos de viabilidade econômica, racionalização do trabalho, e domina softwares aplicado às atividades da área·


Atua igualmente em assessoria, consultoria e assistência técnica e comercial; realiza perícia, vistoria, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico; ensino, pesquisa, análise, experimentação, ensaio e divulgação técnica; executa projeto de produto e de desenvolvimento e fabricação de matrizes.


O currículo da Engenharia de Plásticos é uma somatória de conhecimentos das Engenharias Mecânica e Química, com ênfase na área da Produção· O curso foi criado por incentivo do Sindicato das Indústrias de Plásticos e Polímeros, e dedica especial atenção à vivência prática em sua "fábrica escola".



O campo de trabalho se situa nas indústrias de 1ª e 2ª gerações que atuam em pólos petroquímicos produzindo materiais poliméricos e em indústrias de transformação desses polímeros, como as de plásticos, borrachas, tintas e adesivos, acrescidas das que utilizam peças plásticas em seus produtos· O setor de materiais poliméricos, no qual se situa o curso, é um dos que mais tem crescido no mundo, em substituição a outros materiais de menor qualificação· Curso pioneiro com essa graduação no país, o que abre um excelente mercado de trabalho, devido a carência de profissionais com esta especialização.

Profissão: Engenheiro de Plásticos



Apresentação

A Engenharia de Plásticos é uma subdivisão da Engenharia de Materiais, importante ramo da engenharia que trata do desenvolvimento e aplicação dos materiais. No caso da Engenharia de Plásticos, o curso restringe o seu objeto aos polímeros, mais conhecidos pelo público leigo como plásticos.

Os Engenheiros de Plásticos projetam, desenvolvem, testam e supervisionam a produção de artigos que utilizam plásticos em sua fabricação. Os plásticos são materiais promissores que vem aumentando constantemente sua participação no mercado, atingindo aplicações mais exigentes e segmentos de alto impacto tecnológico como a nanotecnologia e biotecnologia. O engenheiro de plásticos encontra ocupação não somente nas empresas produtoras de peças plásticas, mas também em outras áreas como indústria automotiva e eletro-eletrônica.

A carga horária do curso é de 3604 horas, correspondendo a 208 créditos, que podem ser integralizados em nove semestres. As disciplinas são ministradas no turno da noite, de segunda à sexta-feira, das 19h10min às 22h30min. Algumas disciplinas especiais poderão ser ofertadas aos sábados.


Diferenciais

» Curso noturno, permitindo o trabalho ou estágios durante o período diurno.

» Curso especializado e pioneiro no Brasil.

» Inserção do aluno nos campos de atuação da Engenharia de Plásticos desde o 1º semestre, propiciando a interação entre teoria e prática, valorizando a integração interdisciplinar e oportunizando a realização de estágio já no primeiro ano do curso.

» Currículo atualizado e aprovado pelo MEC, de acordo com as novas diretrizes curriculares (Resolução CNE/CES 11 de 11 de Março de 2002).

» Corpo docente formado por engenheiros-professores com larga experiência profissional, qualificação acadêmica e excelente relacionamento professor-aluno.

» Três laboratórios específicos à disposição dos alunos:

» Laboratório de Caracterização de Polímeros

» Centro Petroquímico de Pesquisa e Desenvolvimento (CEPPED)

» Laboratório Industrial de Polímeros

» Convênios assinados com as maiores empresas do setor produtivo do Rio Grande do Sul.

» Bolsas: PROUNI, Iniciação Científica, Monitorias, e outras.

» Oferta de estágios ao longo do curso.

» Financiamento de Estudos: FIES, APLUB e Bancos conveniados.

» Pagamento de mensalidades através de cartão de crédito.

» As atividades do profissional egresso da Ulbra estão discriminadas na Resolução No. 218 de 29 de Junho de 1973 e na resolução No. 48/76 elaboradas pelo Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CONFEA/CREA).

» Visitas às obras, instalações, indústrias de manufatura, indústrias petroquímicas e organizações de engenharia, oportunizadas ao longo do curso, sempre acompanhadas por professores das respectivas disciplinas.

» Cursos de nivelamento, sem ônus, nas áreas de matemática, português e informática.

» Aconselhamento individual das matrículas semestrais pela Coordenação do Curso.



Objetivos

O curso tem por objetivo geral propiciar ao aluno uma formação profissional de engenheiro especializado em processos de transformação de plásticos.

O egresso do curso deverá ser capaz de projetar peças em plásticos e seus respectivos moldes .Além disso, deve ser capaz de especificar as máquinas de transformação de plásticos, projetar e supervisionar indústrias de transformação de plásticos. Este profissional deverá ser capaz de apresentar soluções inovadoras para os desafios na área transformação de plásticos e também de desenvolver-se de forma criativa nas outras áreas do saber humano.

Os objetivos específicos são definidos pelas competências e habilidades a serem alcançados pelos alunos egressos do curso de Engenharia de Plásticos são os seguintes:

» Aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia;

» Projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados;

» Conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos;

» Planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia;

» Identificar, formular e resolver problemas de engenharia;

» Desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas;

» Supervisionar a operação e a manutenção de sistemas;

» Avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas;

» Comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;

» Atuar em equipes multidisciplinares;

» Compreender e aplicar a ética e responsabilidades profissionais;

» Avaliar o impacto das atividades da engenharia de Plásticos no contexto social e ambiental;

» Avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenharia;

» Assumir a postura de permanente busca de atualização profissional.

» Aplicar o conhecimento como um instrumento facilitador para as diferentes ações do ser humano, através do desenvolvimento de sistemas que aperfeiçoem atividades e viabilizem a melhora das condições de vida das pessoas e da comunidade.

Estrutura Curricular

O curso de Engenharia de Plástico possui um total de 3604 horas em sala de aula, acrescidas 160 horas de Estágio Supervisionado.

Há um total de cinqüenta e quatro disciplinas, divididas em nove semestres, dentro de uma seqüência recomendada de estudos, que se caracteriza por não possuir pré-requisitos o que permite uma extrema flexibilidade.

Foi prevista a possibilidade de acelerar o avanço no curso mediante aferição do aprendizado e verificação de aproveitamentos através de provas de extraordinário conhecimento, de acordo como a LDB, dentro dos períodos mínimos estabelecidos pela legislação (4 anos). A oferta do curso é preferencialmente no turno da noite, com aulas aos sábados.

A matriz curricular do curso de Engenharia de Plásticos da Ulbra é formada dentro de uma proposta interdisciplinar mediante a seleção de competências, habilidades e atitudes desenvolvidas em três grandes ciclos: Ciclo de Formação Geral, Ciclo de Formação Básica Profissional e Ciclo de Formação Profissional.

Ciclo de Formação Geral
O Ciclo de Formação Geral é integrado por disciplinas cujas estruturas promovem a compreensão do mundo, da sociedade, da comunicação, da racionalidade investigativa e da espiritualidade.

Ciclo de Formação Básica Profissional

É integrado por disciplinas que compreendem a aquisição de fundamentos científicos e tecnológicos da Engenharia, cobrindo os seguintes campos: matemática, física, química, informática, desenho, entre outros.

Ciclo de Formação Profissional

Compreende a aquisição de conhecimentos e o exercício de competências específicas da profissão de Engenharia.

Estágio Supervisionado em Engenharia de Plásticos

A importância dos estágios na formação profissional vem sendo reconhecida pelas universidades, professores e alunos. Hoje, mais que uma obrigação regulamentar, os estágios são reconhecidos como um importante instrumento pedagógico, essencial na formação profissional e, principalmente, estratégico na inserção do futuro engenheiro no mercado de trabalho. Os estágios podem ser de caráter curricular (supervisionado e obrigatório) ou extracurricular (opcional).

O Estágio Supervisionado em Engenharia de Plásticos é uma atividade curricular obrigatória, com duração mínima de 204 horas/trabalho, realizada em uma empresa do setor público ou privado, e supervisionada por professores do curso. Este estágio deve ser realizado no penúltimo ou último semestre do curso.

Trabalho de Conclusão de Curso em Engenharia de Plásticos

A presença desta atividade na carreira de Engenharia de Plásticos responde à necessidade de desenvolver a capacidade de elaboração de um trabalho científico na área de engenharia.

A orientação do Trabalho de Conclusão de Curso é projetada para quem se inicia como engenheiro, ou bem, para aqueles que não possuem experiência prévia em todos os aspectos dos elaboração de trabalhos escritos.

O orientador fornecerá as indicações metodológicas para o desenvolvimento de projetos em geral, indicando as distintas etapas que os compõem e a forma ordenada em que convém implementá-los para conseguir alcançar os melhores resultados possíveis.
No Trabalho de Conclusão de Curso se promovem as formas adequadas de obter os dados de partida, o processo da busca de soluções, a forma de desenvolvimento sem omissões nem perdas de tempo, a justificação econômica e a forma de apresentação que tendem a resultados bem sucedidos. Também se incluem orientações nos temas de planejamento, programação da execução, gestão e avaliação.

Atividades Complementares

Atividades complementares são curriculares, e devem ser realizadas em horários extraclasses. São todas e quaisquer atividades realizadas fora do âmbito curricular, que sejam consideradas de interesse para o enriquecimento da formação profissional e pessoal do aluno. Tem por objetivo complementar a formação do profissional de Engenharia de Plásticos através da articulação entre ensino, pesquisa e extensão.