Engenharia Mecânica

FCRS - Faculdade Católica Rainha do Sertão
Em Quixadá

R$47.424

Informação importante

  • Graduação
  • Quixadá
  • Duração:
    10 Semestres
Descrição

O profissional dessa área tem formação para trabalhar em indústrias têxteis, empresas metalúrgicas, siderúrgicas, automobilísticas, industria naval, industria aeronáutica, industria de petróleo e gás,indústria metal-mecânica e de manutenção de equipamentos, usinas geradoras de eletricidade, pesquisa, empreendimentos de consultoria e serviços, como atuar em qualquer seguimento industrial etc.
Dirigido a: Os egressos devem estar preparados o suficiente, de acordo com a proposta de interdisciplinaridade prevista, para o exercício de relações com outras áreas sociais, culturais e econômicas com as quais a Engenharia Mecânica faz interface. Devem, também, ser profissionais atualizados para que possam acompanhar as mudanças da profissão, bem como o célere avanço tecnológico, e ter uma formação sólida, fundamentada em princípios éticos profissionais, de acordo com a missão da Instituição.

Informação importante
Instalações

Instalações e datas

Início Localização
Consultar
Quixadá
Rua Juvêncio Alves, 660 - Centro - Quixadá-Ceará, 63900-000, Ceará, Brasil
Ver mapa

Programa

Informações
Duração: 10 semestres
Turno: Diurno
Campus: II
Portaria: 26/06/2007
Mensalidade: 790,40
Coordenador(a): Juscelino Chaves Sales

Contextualização
O curso de Engenharia Mecânica da Faculdade Católica Rainha do Sertão propõe criar situações de ensino-aprendizagem que possibilitem ao aluno apreender a se antecipar as constantes inovações tecnológicas, identificando situações-problemas e intervindo de forma a transformá-las em oportunidades, novos negócios. O ensino tem um enfoque generalista, voltado à compreensão dos conceitos e suas diferentes aplicações, preparando o futuro engenheiro em seu desenvolvimento no enfoque profissional escolhido. Este ramo da engenharia cuida da construção de máquinas, motores, veículos, ferramentas, sistemas térmicos, equipamentos hidráulicos e outros. O engenheiro mecânico planeja, projeta e supervisiona a fabricação, dirige os trabalhos de montagem, testa e determina a manutenção desses equipamentos. Na produção, controla processos e define normas e procedimentos de segurança. Cria protótipos de máquinas, realiza testes do produto e até acompanha a comercialização dos bens produzidos dando suporte técnico aos clientes. Para exercer a profissão é necessário o registro no CREA.

Formas de Avaliação
O Projeto de Avaliação do Ensino e da Aprendizagem pretende ter uma definição clara do que se quer avaliar e como se dará essa avaliação.

O que avaliar
A ênfase da avaliação da aprendizagem serão as competências e habilidades que se hão de formar nos alunos para que estes adquiram o perfil desejado. Os conteúdos serão entendidos e usados mais como um meio para o aluno demonstrar a aquisição das competências intelectuais e habilidades.

Como avaliar
Avaliar competências e habilidades fundamentando-se em procedimentos inovadores, diversificados e interdependentes e instrumentos a fim de consolidar a avaliação e a medida.

A estratégia central para avaliar questões que envolvam valores como ética, relação interpessoal, respeito às diferenças, entre outros; requer a participação atuante e comprometida dos alunos no processo de sua aprendizagem/avaliação, o que inclui estabelecer critérios para a promoção de uma avaliação de auto-gestão consciente e auto-avaliação criteriosa. Deve haver orientação necessária a cada caso e em cada situação, conforme as bases de um ensino preocupado em que o aluno aprenda e se desenvolva.

A avaliação requer que todos os passos do processo ensino/aprendizagem tenham sua relevância, por isso que as modalidades de avaliação diagnóstica, formativa e somativa serão aqui empregadas.

A avaliação diagnóstica será utilizada no processo seletivo de ingresso ao curso, por meio da análise dos resultados do vestibular, para classificação e inclusão no curso.

A avaliação formativa será a modalidade marcante de acompanhamento do desenvolvimento da aprendizagem dos alunos. A avaliação de processo permitirá não somente a verificação da situação do aluno, mas também será útil para corrigir falha nas estratégias pedagógicas e nos materiais didáticos utilizados.

A avaliação somativa terá como principal finalidade a classificação ao final de determinados períodos, tendo em vista a promoção sucessiva do aluno, para levá-lo à certificação e à diplomação. Nessa modalidade de avaliação deverão ser considerados os conteúdos aprendidos pelo aluno e os procedimentos e atitudes relativos ao uso desses conteúdos, tudo isso atrelado a um contexto significativo.

Para se obter uma avaliação fidedigna, as técnicas e instrumentos avaliativos deverão ser diversificados e viáveis, com objetivos claros para a aplicação de cada um.

O projeto pretende abranger situações de auto-avaliação e avaliação compartilhada, sempre na intenção de facilitar a verificação das competências adquiridas, selecionando as técnicas e os instrumentos a serem utilizados. Adiante se apresenta um elenco básico dessas técnicas e dos principais instrumentos de verificação, o que não significa dizer que esses se esgotam nos exemplos descriminados.

Principais Técnicas
Entrevistas, observações, realização de eventos pedagógicos, aplicação de testes de conhecimento e supervisão de atividades discentes.

Principais Instrumentos
Testes e provas escritas, pareceres analíticos, portfólios, registros e anotações organizados para fins determinados, trabalhos escritos individuais, incluindo monografia, trabalhos de equipe, apresentação oral ou procedimental (por meio da organização de dinâmicas dirigidas/executadas pelos alunos).

Todas as técnicas e instrumentos empregados deverão ter critérios definidos que possibilitam a avaliação da aprendizagem em sua dimensão da aquisição do saber (conteúdos), do saber ser (atitudes) e do saber fazer (procedimentos).

Mercado de Trabalho
O profissional dessa área tem formação para trabalhar em indústrias têxteis, empresas metalúrgicas, siderúrgicas, automobilísticas, industria naval, industria aeronáutica, industria de petróleo e gás,indústria metal-mecânica e de manutenção de equipamentos, usinas geradoras de eletricidade, pesquisa, empreendimentos de consultoria e serviços, como atuar em qualquer seguimento industrial etc.

Atualmente o setor automobilístico é um dos que mais absorve esse profissional, que poderá trabalhar, também, no comando de equipes de especialistas, em manutenção de máquinas em geral e no desenvolvimento de novos projetos.

Objetivo
A mecânica é uma área destacada da engenharia, uma vez que explora fundamentalmente quatro áreas técnico-científicas, a saber:

·térmica, que inclui a termodinâmica e a transmissão de calor, com suas aplicações em máquinas térmicas, em condicionamento de ambientes etc.;
·de fluidos, apoiada na teoria da mecânica dos fluidos e com aplicações em máquinas hidráulicas e pneumáticas;
·de fabricação, envolvendo o conhecimento dos processos e equipamentos para tal finalidade;
·de projeto, reunindo itens, concepção, materiais e cálculos necessários para se chegar ao produto final.
Como qualquer outra área de engenharia, a mecânica também emprega idéias de controle, boa administração, economia, planejamento ? enfim, otimização.

Devido ao seu caráter fundamental, diversas especializações derivam da Engenharia Mecânica, tais como as engenharias:

·Automobilística;
·Naval;
·Aeronáutica;
·Têxtil etc.
Tudo isso garante ao engenheiro mecânico um amplo leque de opções para o uso de seu saber, seja como autônomo (consultor, perito etc.), seja como empregado em empresas dos mais diversos setores.

Perfil de Egresso
Os egressos devem estar preparados o suficiente, de acordo com a proposta de interdisciplinaridade prevista, para o exercício de relações com outras áreas sociais, culturais e econômicas com as quais a Engenharia Mecânica faz interface. Devem, também, ser profissionais atualizados para que possam acompanhar as mudanças da profissão, bem como o célere avanço tecnológico, e ter uma formação sólida, fundamentada em princípios éticos profissionais, de acordo com a missão da Instituição. São componentes do perfil:sólidos conhecimentos em ciências exatas(matemática,química e física) e computação,interesse por cálculos e pesquisas tecnológicas.capacidade de liderar equipes de trabalho,raciocínio lógico,responsabilidade, dinamismo, organização, meticulosidade, habilidade numérica, exatidão, criatividade, interesse por atividades com máquinas e motores, pelos fenômenos físicos.