Economia

Universidade Católica de Brasília
Em Taguatinga

Preço a consultar
Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais

Informação importante

  • Mestrado
  • Taguatinga
  • Duração:
    2 Anos
Descrição

O Mestrado em Economia visa formar o profissional advindo de áreas afins à Economia. O principal objetivo do curso é fornecer um conhecimento mais aprofundado da teoria econômica que possibilite a especialização em áreas mais voltadas para a realidade empresarial, financeira e econômica.
Dirigido a: Docentes do nível superior, pesquisadores e técnicos, portadores de diploma de curso de graduação de duração plena, devidamente reconhecido nos termos da legislação em vigor, com formação nas áreas de Economia, Administração, Ciências Contáveis, Matemática, Física, Engenharia e outras áreas correlatas que desejem aprender teoria econômica, aprofundar seus conhecimentos e preparar-se, em nível de pós-graduação Stricto Sensu , para o exercício de suas funções.

Informação importante
Instalações

Instalações e datas

Início Localização
Consultar
Taguatinga
Campus I - Q.S 07 Lote 01 Epct - Cep 71966700 - Águas Claras, 71966700, Distrito Federal, Brasil
Ver mapa

Programa

Mestrado em Economia

O Mestrado em Economia visa formar o profissional advindo de áreas afins à Economia. O principal objetivo do curso é fornecer um conhecimento mais aprofundado da teoria econômica que possibilite a especialização em áreas mais voltadas para a realidade empresarial, financeira e econômica.

O curso é dado a um nível tal que os alunos são constantemente expostos à literatura acadêmica internacional, com exemplos práticos sobre a utilização do instrumental analítico apresentado ao longo do programa. Com isso, espera-se que, na Dissertação de Mestrado, o aluno seja capaz de referir-se à literatura relevante ao qual foi exposta durante o programa de mestrado, identificando objetivamente uma questão a ser abordada e utilizando o instrumental analítico de maneira clara e concisa.

Os alunos que completam todas as exigências do programa obterão o título de Mestre em Economia. Aos que completarem satisfatoriamente os créditos, mas não apresentarem a dissertação, será outorgado o título de Especialista em Economia.

A duração mínima do Programa de Mestrado em Economia de Empresas é de 18 meses e a duração máxima é de 24 meses.


Regime Acadêmico

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Economia apresenta uma estrutura curricular centrada em um tronco comum com disciplinas obrigatórias e optativas de área dando um total de 480 horas.

O tronco comum é composto de 10 disciplinas obrigatórias: Matemática I e II, Microeconômica I, II e III, Macroeconomia I e II, Estatística I, Econometria I e II. O objetivo do tronco comum é garantir a base da formação econômica dos mestrandos (cada disciplina possui 2 créditos).

As Optativas de Área oferecem um conjunto de disciplinas optativas da área de concentração/linha de pesquisa escolhida pelo aluno, no ato de ingresso no Mestrado. Dentre as disciplinas ofertadas, deverão ser integralizados, no mínimo, 06 créditos. As optativas de área permitirão ao mestrando a escolha de disciplinas que possibilitem o aprofundamento teórico-metodológico na linha de pesquisa escolhida, em convergência com o objeto de estudo por ele focalizado.

Além disso, existem as seguintes disciplinas relativas a elaboração de dissertação: Projeto de Dissertação I (2 créditos), Projeto de Dissertação II (2 créditos) e Defesa de Tese (4 créditos).

Para obter o título de mestre em Economia de Empresas, o aluno deverá, portanto, integralizar 34 créditos em disciplinas, conforme especificado, demonstrar proficiência em inglês por intermédio de prova realizada no Programa, defender e obter aprovação de sua dissertação de mestrado, mediante uma banca examinadora composta de 3 doutores sendo um deles um membro externo ao programa.

O mestrado organiza-se em torno de 3 áreas de concentração: Finanças , Economia Regional e Economia do Trabalho. Cada área de concenttração é dividida em linhas de pesquisas.





TITULAÇÃO NO MESTRADO

Para obter o título de Mestre em Economia o aluno deverá preencher os seguintes requisitos:

Obter aprovação com média igual ou superior a sete nas disciplinas que compõem o currículo em vigor do programa de mestrado.
Obter aprovação para a sua proposta de dissertação.
Apresentar uma dissertação que revele:

Conhecimento atualizado do tema da dissertação (referência à literatura relevante, nacional e internacional);
Capacidade de sistematização de idéias;
Destreza na utilização dos métodos quantitativos aplicados à economia e administração; e
Capacidade de síntese e conclusão.
O aluno poderá submeter a dissertação à partir do final do sexto trimestre, caso não tenha sido reprovado em nenhuma disciplina, e desde que tenha a anuência do seu orientador. Haverá uma defesa oral da dissertação, que será avaliada por uma Banca Examinadora, composta pelo orientador, um professor externo e um professor interno. O aluno será considerado aprovado ou reprovado, de acordo com o parecer emitido pela banca examinadora. A aprovação poderá se dar de duas formas:

Sujeita a pequenas correções, onde o aluno terá um prazo de até 30 dias para re-submeter uma nova versão da dissertação; ou
Sem correções.



Os Cursos de Mestrado e Doutorado em Economia estão estruturados de forma a apresentar aos alunos o instrumental analítico (microeconômico, macroeconômico e econométrico) necessário para a solução criativa de problemas relevantes no setor público, no setor privado ou na área acadêmica.

Espera-se que no final de um dos cursos os mestrandos e doutorandos sejam capazes de (1) lecionar em cursos de graduação nas áreas de economia, administração, contabilidade, finanças, análise de projetos e outros ramos das ciências sociais aplicadas; (2) identificar oportunidades de negócios no mercado; (3) desenvolver pesquisas em áreas afins à realidade econômica e financeira das empresas em que atuam; (4) tornarem-se líderes criativos, inovadores, confiáveis, conscientes, que saibam se comunicar e trabalhar em equipes de alto nível técnico; (5) resolver problemas específicos, sintetizar informações relevantes, interpretar os fatos econômicos, utilizar dados e opiniões para antecipar situações e oportunidades; (6) utilizar de maneira efetiva e eficiente as técnicas e conceitos econômicos.



Áreas de Concentração

Finanças
Economia Regional
Economia da Inovação




Linhas de Pesquisa : As linhas de pesquisa estão divididas de acordo com as áreas de concentração conforme abaixo:

Finanças
Economia da Inovação
Economia Regional

· Teoria econômica e Métodos Quantitativos
· Inovação, estrutura de mercado e apropriabilidade
· Setor público

· Finanças empíricas e econometria aplicada
· Inovações financeiras e financiamento privado da inovação
· Crescimento econômico e arranjos produtivos

· Macroeconomia aplicada
· Inovação e produtividade; Inovação e meio ambiente
· Economia espacial e urbana



Linhas de Pesquisa dos Professores do Programa


Público-alvo: Docentes do nível superior, pesquisadores e técnicos, portadores de diploma de curso de graduação de duração plena, devidamente reconhecido nos termos da legislação em vigor, com formação nas áreas de Economia, Administração, Ciências Contáveis, Matemática, Física, Engenharia e outras áreas correlatas que desejem aprender teoria econômica, aprofundar seus conhecimentos e preparar-se, em nível de pós-graduação Stricto Sensu , para o exercício de suas funções.






DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

MATEMÁTICA I
MATEMÁTICA II
ESTATÍSTICA I
ECONOMETRIA I
ECONOMETRIA II
MACROECONOMIA I
MACROECONOMIA II
MICROECONOMIA I
MICROECONOMIA II
MICROECONOMIA III

DISCIPLINAS OPTATIVAS DE ÁREA

ECONOMIA REGIONAL I
ECONOMIA REGIONAL II
ECONOMIA REGIONAL III
ECONOMIA DA INOVAÇÃO I
ECONOMIA DA INOVAÇÃO II
ECONOMIA DA INOVAÇÃO III
FINANÇAS I
FINANÇAS II
FINANÇAS III


DISCIPLINAS FINAIS

ELABORAÇÃO DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO(ED I)
ELABORAÇÃO DE PROJETO FINAL DE DISSERTAÇÃO(ED II)
DEFESA DE DISSERTAÇÃO (DED)




Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais