A Comunicação Escrita Empresarial

IDEMP - Instituto de Desenvolvimento Empresarial
Em Rio De Janeiro e Brasilia

Preço a consultar
Ou prefere ligar para o centro agora?
(55) ... Ver mais
Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais

Informação importante

Descrição

Os novos rumos indicam que, para um profissional se manter no mercado e se tornar um sucesso, é preciso constantemente avaliar e ajustar inúmeras competências, disponibilizando conhecimentos, habilidades e atitudes que se tornam o referencial da organização. Em face dessas mudanças, tornou-se imprescindível saber comunicar-se em diferentes n&iac..
Dirigido a: Profissionais de diferentes áreas que utilizam a comunicação escrita nas suas funções.

Informação importante
Instalações

Instalações e datas

Início Localização
Consultar
Brasilia
Centro Empresarial Brasília Srtvs - Qd. 701 - Conjunto D - Bloco B - Sala 802 Asa Sul, 70340-907, Distrito Federal, Brasil
Ver mapa
Consultar
Rio De Janeiro
Av. Nilo Peçanha, 50 | Grupo 1901 | Centro, 20020-906, Rio de Janeiro, Brasil
Ver mapa

Programa

Apresentador

Vania Rizzo

Carga horária

24 horas

Área de Interesse

Comunicação Empresarial

Apresentação

Os novos rumos indicam que, para um profissional se manter no mercado e se tornar um sucesso, é preciso constantemente avaliar e ajustar inúmeras competências, disponibilizando conhecimentos, habilidades e atitudes que se tornam o referencial da organização.

Em face dessas mudanças, tornou-se imprescindível saber comunicar-se em diferentes níveis, adaptando-se a mensagem às especificidades do contexto e da clientela. O jogo da palavra passou a ser o jogo da ação e da interação, integrado à cultura e aos valores definidos na missão institucional.

Este programa permitirá refletir sobre essas questões, partindo do princípio de que redigir consiste em uma forma de exercitar a linguagem, não se limitando à questão gramatical da correção. Representa muito mais, pois, ao transcrever conceitos, percepções e análises, o redator se posiciona diante do mundo - o texto formaliza e concretiza essa visão.

O próximo passo consiste em estabelecer uma linha de ação, visando a alcançar a tão desejada competência na comunicação escrita. Aplicar o programa em diferentes segmentos significa ampliar essa vivência ao dispor de maiores subsídios para repensar e definir o papel do profissional dentro de um sistema em que todos estejam mais habilitados a partilhar decisões e resultados.

Resultados para os Participantes

  • Desenvolvimento de habilidades e estratégias indispensáveis à elaboração textual.
  • Adequação da competência linguística aos padrões institucionais.
  • Identificação e eliminação de vícios de linguagem, distorções e fragilidades no texto organizacional.
  • Valorização e atualização dos conhecimentos linguísticos, com o objetivo de obter feedback na prática da Comunicação Empresarial.



Conteúdo Programático

I - A COMUNICAÇÃO ESCRITA EMPRESARIAL

  • A Compreensão do Processo da Escrita
    • A função referencial: a relação texto e contexto.
    • A função pragmática: a relação emissor e receptor.
  • A Formulação e o Registro de Ideias
    • Etapas de elaboração textual:
      • da concepção das ideias à expressão; e
      • da leitura à reestruturação da mensagem.
    • Articulação e argumentação:
      • o parágrafo:
        • o tópico frasal: indução e dedução; e
        • o parágrafo-padrão: introdução, desenvolvimento e conclusão.
      • coesão e coerência:
        • construção da mensagem e nexo sequencial; e
        • elementos de conexão, transição e retomada.
      • o estilo empresarial:
        • clareza, precisão, concisão e correção; e
        • vícios de linguagem, estereótipos e modismos.



II - O TEXTO EMPRESARIAL

  • A Comunicação com o Cliente e a Repercussão no Mercado
    • Especificidades: comunicações simples ou complexas, individuais ou de equipe.
    • Marketing pessoal e organizacional: a identidade visual.
  • Instrumentos de Comunicação Interna e Externa
    • Critérios de formalidade, elegância, hierarquia e padronização:
      • os pronomes de tratamento: tipos, emprego e concordância;
      • os fechos de correspondência e a relação hierárquica; e
      • a identificação do signatário: nome e competência na empresa.
    • Padrões textuais e emprego de correspondências e documentos:
      • a carta e a os estilos de formatação: o documento oficial da empresa;
      • o correio eletrônico ou e-mail: a comunicação pela internet e pela intranet;
      • o memorando: a comunicação com o cliente interno; e
      • o relatório: registro e apresentação de projetos, programas e pesquisas.



III - A GRAMÁTICA NO TEXTO EMPRESARIAL

  • A Reforma Ortográfica
    • A inclusão das letras k, w e y no alfabeto.
    • A eliminação do trema.
    • O emprego dos acentos agudo e circunflexo.
    • O uso do hífen.
  • A Concordância Nominal e Verbal
    • Palavras com valor adjetivo e valor adverbial.
    • Verbos com sujeito simples, composto, coletivo e partitivo.
    • Verbos impessoais HAVER, FAZER e SER.
    • Passiva sintética e indeterminação do sujeito.
  • A Crase em Função da Regência
    • Do fato às regras práticas.
    • Uso indevido do acento grave.
    • O acento grave nas locuções femininas.
    • Uso facultativo ou emprego definido pelo contexto.
  • A Pontuação no Texto Contemporâneo
    • Critérios sintáticos e melódicos.
    • O ponto na oração, no período, no parágrafo e nas abreviaturas.
    • A vírgula na separação e no deslocamento de termos.
    • Os dois-pontos na enumeração e na citação.
    • O ponto e vírgula na separação de elementos coordenados.
    • O travessão na junção, intercalação e desdobramento de termos e expressões.
    • Os parênteses na explicação e na intercalação.
    • As aspas na citação e no destaque.



Metodologia

Prática e participativa, utilizando material didático adequado à clientela, exercícios individuais e em grupo e recursos audiovisuais, visando à eficiência e à eficácia no processo da Comunicação Escrita.

Vania Rizzo

Graduada e Pós-Graduada em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Vania Rizzo atua em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a Universidade Cândido Mendes (UCAM).

Coordena e desenvolve projetos e programas com aplicação gerencial, administrativa e técnica, em entidades como Ministério da Saúde, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro (SME, SMA, SMF, CGM), Secretaria de Estado da Fazenda (RJ e ES), Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Arquivo Nacional, Caixa Seguros, POUPEX, Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Celulose Nipo-Brasileira S.A. (CENIBRA), Light Serviços de Eletricidade S. A., Chesf, Centrais Elétricas Brasileiras S/A (Eletrobrás), Sotreq S. A., Petróleo Brasileiro S.A. (PETROBRAS) e Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (SONANGOL).

Sua experiência, com diferentes níveis de clientela, permite abordar a questão da competência linguística, de forma dinâmica e acessível, explorando o potencial criativo dos participantes, levando-os a romper bloqueios e mitos em relação à linguagem e suas diferentes formas de expressão. A prática da revisão permite-lhe, ainda, a abordagem normativa, exigência de padronização própria do texto a ser divulgado e publicado, permitindo que os programas da consultora correspondam a expectativas não só de um público que redige, mas também de profissionais da área de editoração.

É professora do IDEMP

- Instituto de Desenvolvimento Empresarial.


Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais