CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

São Judas Universidade
Em São Paulo

R$40.776
Ou prefere ligar para o centro agora?
(55) ... Ver mais
Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais

Informação importante

  • Graduação
  • São paulo
  • Duração:
    4 Anos
Descrição

O profissional da área elabora estudos, projetos e pesquisas científicas nos vários setores das Ciências Biológicas, como Botânica, Zoologia, Anatomia, Fisiologia, Embriologia, Parasitologia, Imunologia, Microbiologia, Engenharia Genética, Biologia Marinha, Saneamento e Educação Ambiental, entre outros. Com crescentes investimentos e grande avanço tecnológico e científico, o campo de trabalho do b

Informação importante
Instalações

Instalações e datas

Início Localização
Consultar
São Paulo
R. Taquari, 546 - Mooca, 03166-000, São Paulo, Brasil
Ver mapa

Programa

O profissional da área elabora estudos, projetos e pesquisas científicas nos vários setores das Ciências Biológicas, como Botânica, Zoologia, Anatomia, Fisiologia, Embriologia, Parasitologia, Imunologia, Microbiologia, Engenharia Genética, Biologia Marinha, Saneamento e Educação Ambiental, entre outros. Com crescentes investimentos e grande avanço tecnológico e científico, o campo de trabalho do biólogo vem se ampliando e inclui laboratórios, indústrias farmacêuticas e de alimentos, instituições culturais, médico-hospitalares, científicas e de pesquisa, estatais ou particulares. Uma área especialmente promissora é a de estudo dos problemas ambientais. Para responder a essa tendência, as disciplinas ligadas à área ganharam destaque e proporcionam formação adequada em questões como controle de poluição, preservação e reflorestamento.


PROFISSÃO & MERCADO

O biólogo atua em instituições de ensino fundamental, médio e superior, institutos de pesquisa, órgãos governamentais (secretarias de educação, saúde, agricultura, ciência e tecnologia, do meio ambiente, de turismo e similares); empresas públicas e privadas (sistema de gestão ambiental, certificações ISO 14.000); indústrias (de alimentos, de bebidas, de fertilizantes, de biocidas, de laticínios, de produtos farmacêuticos, etc.); hospitais; laboratórios (clínicos, anátomo-patológicos, biotecnológicos, de fertilização humana, de medicina legal, etc.); museus e similares; jardins zoológicos e botânicos; parques e reservas naturais; estações bioecológicas, unidades de conservação e áreas de proteção ambiental; empresas de turismo ecológico (ecoturismo); imprensa (assessoria técnica para matérias científicas e de meio ambiente); herbários; biotérios; criadouros (minhocário, sericicultura, de animais silvestres, etc.); estações de cultivo (piscicultura, carcinocultura, miticultura, ostreicultura, etc.) e ainda como autônomo (consultorias, perícias, assessorias, etc.) . Não se deve esquecer que a Educação Ambiental é um dos campos importantes para assegurar o bem-estar futuro da humanidade. Pode prestar assessoramento, emitir laudos técnicos e avaliar áreas e fatores diversos do impacto ambiental. Também atua nas áreas de engenharia genética, biotecnologia, biologia marinha, ecologia, parasitologia, fitoquímica, reflorestamento, recuperação de áreas degradadas, manejo de populações vegetais e animais, biologia sanitária e ambiental, etc.


O mercado de trabalho para o biólogo já é razoavelmente grande, mas tende a aumentar. Podem atuar em cerca de 50 áreas diferentes, muitas delas promissoras, já que os grandes problemas vinculados ao desenvolvimento da nação e da humanidade estão relacionados (associados) à atuação do biólogo. Cabe ao biólogo a busca constante das soluções de importantes questões requeridas pelo desenvolvimento da sociedade brasileira, já que o desenvolvimento econômico do país depende do crescimento da atuação do biólogo na solução destes problemas (aquecimento global, uso de biotecnologia, biocombustíveis, desequilíbrios ecológicos, recuperação de áreas degradadas, etc.). A necessidade crescente de novos produtos e serviços vai exigir a atuação cada vez maior do biólogo. "Sua intervenção em questões na defesa da comunidade e do meio ambiente para assegurar a manutenção da biodiversidade e um desenvolvimento sustentável constitui um exercício constante de cidadania".
Hoje existem no Brasil 25.603 biólogos devidamente registrados nos Conselhos Regionais. É um das áreas profissionais com grande número de mestres e doutores.

As dificuldades de ingresso no mercado podem estar ligadas ao fato de que algumas destas áreas não são exclusivas do biólogo, uma vez que corresponde a uma profissão que existe, formalmente, há pouco tempo. Seu nascimento formal ocorreu em 3 de setembro de 1979 (daí ser 3 de setembro o Dia do Biólogo), data de sua regulamentação pela Lei nº 6.684. As atuações do biólogo, antes desta lei, eram exercidas por agrônomos, médicos, farmacêuticos, uma vez que a Biologia não existia como profissão regulamentada.

Informação adicional

Forma de pagamento : Mensalidade: R$ 849,50

Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais