Ciência da Computação

Universidade Católica de Brasília
Em Taguatinga

Preço a consultar
Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais

Informação importante

  • Graduação
  • Taguatinga
  • Duração:
    8 Semestres
Descrição

Visa a formar profissionais que tenham conhecimento, informações e experiência para se engajarem em atividades de concepção e aplicação de métodos e técnicas computacionais para a resolução de problemas nos mais diferentes domínios. Na Universidade Católica de Brasília, esse Curso visa preparar o aluno com competências e habilidades para o desenvolvimento sustentável do país, e, em especial, do Ce

Informação importante
Instalações

Instalações e datas

Início Localização
Consultar
Taguatinga
Campus I - Q.S 07 Lote 01 Epct - Cep 71966700 - Águas Claras, 71966700, Distrito Federal, Brasil
Ver mapa

Programa

OBJETIVOS
Visa a formar profissionais que tenham conhecimento, informações e experiência
para se engajarem em atividades de concepção e aplicação de métodos e técnicas
computacionais para a resolução de problemas nos mais diferentes domínios.
Na Universidade Católica de Brasília, esse Curso visa preparar o aluno com
competências e habilidades para o desenvolvimento sustentável do país, e, em especial,
do Centro-Oeste, na criação e aplicação de alta tecnologia, particularmente para a solução
de problemas de Bioinformática, Business Intelligence, Tecnologia da Informação na Saúde
e Educação a Distância. Em consonância com essa proposta, tem-se como referência
atual o Programa de Governo Sociedade da Informação do Ministério de Ciência e Tecnologia

Mercado de trabalho


Algumas empresas que empregam grande número de formados, dentre elas a CTIS e Politec, informaram que os alunos formados na UCB contam com um grau elevado de aceitação, enquadrando-se entre os de melhor formação no DF. Pesquisa realizada pela revista Exame, no mês de outubro de 2.000, colocou o Curso de Computação da UCB como o 23° no panorama nacional. A aceitação dos nossos alunos, pesquisa realizada pelos alunos da disciplina Simulação, no segundo semestre de 2000, revelou que, apenas 31% dos alunos, não estavam trabalhando durante o Curso, e, daqueles que estavam trabalhando, apenas 18% não atuavam na área de tecnologia de informação.

Consultas realizadas junto a empresas de tecnologia da informação do DF revelaram que cerca de 40% do corpo técnico é constituído de pessoal oriundo de outros estados, tais como Pernambuco, Paraíba, Minas Gerais e Rio de Janeiro, demonstrando que existe ainda uma grande demanda de pessoal de informática a ser suprida pelas universidades locais.

A execução do Programa Sociedade da Informação (Socinfo) tem como uma de suas linhas de ação a promoção da competitividade das empresas nacionais e da expansão das pequenas e médias empresas, apoio à implantação de comércio eletrônico e oferta de novas formas de trabalho, por meio do uso intensivo de tecnologias de informação e comunicação, que constitui o perfil da maioria das empresas do Centro-Oeste, o que resultará na abertura de um grande mercado para os profissionais de tecnologia de informação.

No âmbito local, o Governo do Distrito Federal instituiu o Comitê Executivo para a elaboração do Projeto Brasília Capital Digital, cujo objetivo é inserir a capital federal na Sociedade da Informação, por intermédio do desenvolvimento científico e tecnológico na área de tecnologia da informação e automação, baseando-se nas recomendações dos grupos de trabalho, publicadas no encerramento do Workshop Tecnologia de Informação do DF, promovido pelo Tecsoft em setembro de 2000, cujas ações podem ser assim resumidas:

· Incremento de negócios eletrônicos e acesso a mercados;

· Aplicação dos fundos setoriais de investimento (FCO, FINEP, etc.);

· Criação de áreas para a implantação do Pólo de Tecnologia de Informação do DF;

· Incremento da interação da Universidade com as empresas.

O Distrito Federal, principalmente por sediar o Governo Federal, é o segundo maior mercado consumidor de recursos de tecnologia da informação do País, decorrendo deste fato a grande demanda por profissionais dessa área.

Além da demanda oriunda dos empregadores, a UCB iniciou, em 1999, a implantação do ensino de empreendedorismo, cujo objetivo principal é motivar o aluno para o auto-emprego, principalmente pela criação de novas empresas, o que tem sido uma alternativa vitoriosa revelada pelas universidades onde esse ensino foi implantado, com o apoio do Programa Softex do CNPq.

A grade atual proporciona ao formando a possibilidade de continuar sua capacitação profissional nos Cursos de Pós-Graduação em Gestão do Conhecimento e Tecnologia da Informação, oferecidos pela própria Universidade.



Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais