Biomedicina

FCRS - Faculdade Católica Rainha do Sertão
Em Quixadá

R$47.232

Informação importante

  • Graduação
  • Quixadá
  • Duração:
    8 Semestres
Descrição

Fundamentado na realidade social brasileira, dando especial destaque ao perfil sócio-cultural-epidemiológico da Região do Sertão Central do Ceará, o Instituto optou pela oferta do Curso de Biomedicina, por se tratar de um desejo expresso pela população de Quixadá e municípios e, sobretudo por ser único na Região e em todo o Estado do Ceará.
Dirigido a: O perfil do profissional egresso do curso de graduação em Biomedicina se caracteriza por uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva abrangendo os tópicos abaixo, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde.

Informação importante
Instalações

Instalações e datas

Início Localização
Consultar
Quixadá
Rua Juvêncio Alves, 660 - Centro - Quixadá-Ceará, 63900-000, Ceará, Brasil
Ver mapa

Programa

Informações
Duração: 08 Semestres
Turno: Integral
Campus: Campus II
Portaria: 14/15/05
Mensalidade: R$ 984,00
Coordenador(a): Ricardo Augusto Aguiar de Lira Santos

Contextualização
A Biomedicina é uma das mais novas profissões da área de saúde, busca o entendimento de cada transformação do corpo humano, bem como suas conseqüências. É o estudo que leva ao diagnóstico e possibilita o tratamento das mais diversas doenças que desafiam pacientes e profissionais da saúde. Existem no Brasil, hoje, cerca de 11.500 biomédicos, concentrados, na sua grande maioria nos Estados de Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo, que juntos, reúnem mais de 80% dos profissionais biomédicos do País.

A área de atuação do biomédico é ampla. A profissão oferece um grande leque de opções. Uma atividade de destaque é no ensino. Outro setor de atuação é a pesquisa. O profissional também atua nos campos da análise ambiental, microbiologia, citologia oncótica, parasitologia, imunologia, hematologia, bioquímica, biofísica, banco de sangue, virologia, fisiologia, fisiologia geral, fisiologia humana, saúde pública, radiologia, imagenologia, análises bromatológicas, microbiologia de alimentos, histologia humana, acupuntura, genética, embriologia, reprodução humana, farmacologia, psicobiologia, biologia molecular e informática de saúde. Há espaço para o trabalho nas indústrias químicas e biológicas e no comércio (responsabilidade técnica de empresas que comercializam produtos para laboratórios de análises clínicas). A área de análises clínicas é a mais procurada: no Brasil, 63% dos profissionais trabalham no setor. Os maiores e mais bem equipados laboratórios de análises clínicas estão sob a responsabilidade técnica de biomédicos. Existem em todo o País cerca de 2.000 laboratórios de análises clínicas.

Atualmente, a Biomedicina tem espaço garantido entre as universidades públicas e privadas. O curso superior tem a duração de quatro anos e é realizado em tempo integral. A regulamentação da profissão ocorreu no final da década de 70. E no final da década de 80, surgiram os Conselhos Federais e Regionais de Biomedicina. A profissão de biomédico se encontra regulamentada pela Lei Federal n° 6.684, de 3 de setembro de 1979 e Decreto Federal n° 88.439, de 28 de junho de 1983. A mesma lei federal criou o Conselho Federal de Biomedicina e os Conselhos Regionais de Biomedicina. O biomédico é, oficialmente, reconhecido como profissional da área de saúde (Resolução no. 287 de 08/10/1998 do Conselho Nacional de Saúde ? CNS).

Diante da atual realidade brasileira, o Instituto Filosófico Teológico Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão (Faculdade Católica.) optou pela oferta do Curso de Biomedicina por tratar-se de um desejo expresso pela população de Quixadá e municípios. Vale ressaltar que o curso de Biomedicina da Faculdade Católica, é o primeiro em todo o Estado do Ceará.

O Curso de Graduação em Biomedicina do Instituto Filosófico Teológico Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão possibilitará uma formação acadêmica voltada, sobretudo, ao atendimento das vocações locais e regionais, sendo concebido de modo a integrar o desenvolvimento econômico e social da região, no âmbito da saúde regional, para atender as atuais necessidades da população, do mercado profissional, do ensino e da pesquisa, preparando seu acadêmico científica, crítica e eticamente.

Formas de Avaliação
O Projeto de Avaliação do Ensino e da Aprendizagem pretende ter uma definição clara do que se quer avaliar e como se dará essa avaliação.

O que avaliar
A ênfase da avaliação da aprendizagem serão as competências e habilidades que se hão de formar nos alunos para que estes adquiram o perfil desejado. Os conteúdos serão entendidos e usados mais como um meio para o aluno demonstrar a aquisição das competências selecionadas para sua formação.

Como avaliar
Avaliar competências baseando-se em procedimentos inovadores, diversificados e interdependentes, usando instrumentos variados, a fim de consolidar a avaliação e a medida.

A estratégia central para avaliar questões que envolvam valores como ética, relação interpessoal, respeito às diferenças, desempenho, etc. requer a participação atuante e comprometida dos alunos no processo de sua aprendizagem/avaliação, o que inclui estabelecer critérios para a promoção de uma avaliação de auto-gestão consciente e auto-avaliação criteriosa. Deve haver orientação necessária a cada caso e em cada situação, conforme as bases de um ensino preocupado com a aprendizagem e desenvolvimento do aluno.

A avaliação requer que todos os passos do processo ensino/aprendizagem tenham sua relevância, por isso que as modalidades de avaliação diagnóstica, formativa e somativa serão aqui empregadas.

A avaliação diagnóstica será utilizada no processo seletivo de ingresso ao curso, por meio da análise dos resultados do vestibular, para classificação e inclusão no curso.

A avaliação formativa será a modalidade marcante de acompanhamento do desenvolvimento da aprendizagem dos alunos. A avaliação de processo permitirá não somente a verificação da situação do aluno, mas também será útil para corrigir falhas nas estratégias pedagógicas e nos materiais didáticos utilizados (mecanismos de retro-alimentação).

A avaliação somativa terá, como principal finalidade, a classificação ao final de cada disciplina. Nessa modalidade de avaliação deverão ser considerados os conteúdos aprendidos pelo aluno e os procedimentos e atitudes relativos à prática biomédica vinculada a cada tema avaliado, tudo isso atrelado a um contexto significativo.

Para se obter uma avaliação fidedigna, as técnicas e instrumentos avaliativos deverão ser testados em estudos-piloto, além de serem diversificados e viáveis, com objetivos claros para a aplicação de cada um.

O projeto pretende abranger situações de auto-avaliação e avaliação compartilhada, sempre na intenção de facilitar a verificação das competências adquiridas, selecionando as técnicas e os instrumentos a serem utilizados. Adiante se apresenta um elenco básico dessas técnicas e dos principais instrumentos de verificação, o que não significa dizer que esses se esgotam nos exemplos discriminados.

Principais Técnicas
Entrevistas, observações, realização de eventos acadêmicos, aplicação de testes de conhecimento e supervisão de atividades discentes.

Principais instrumentos: testes e provas escritas, registros e anotações organizados para fins determinados, trabalhos escritos individuais, incluindo monografia, trabalhos de equipe, apresentação oral ou procedimental (por meio da organização de dinâmicas dirigidas/executadas pelos alunos).

Todas as técnicas e instrumentos empregados deverão ter critérios definidos. Eis alguns critérios básicos que possibilitam a avaliação da aprendizagem em sua dimensão da aquisição do saber:

·Grau de participação do aluno em atividades que exijam produção individual e em equipe;
·Planejamento, organização, coerência de idéias e clareza na elaboração de trabalhos escritos ou destinados à demonstração de seu domínio profissional;
·Valores que indiquem uma postura harmoniosa entre os envolvidos no processo da aprendizagem ( a serem definidos pelos próprios alunos, sob a orientação docente);
·Desempenho cognitivo;
·Criatividade e o uso de recursos diversificados.
Outros critérios deverão ser definidos pelos alunos e docentes.

Mercado de Trabalho
O Biomedico tem capacitação para atuar nas atividades abaixo relacionadas, pautadas em princípios éticos e na compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade (Conselho Federal de Biomedicina):

Análises clínicas - realizar análises, assumir a responsabilidade técnica e firmar os respectivos laudos. Possui competência legal para assumir e executar o processamento de sangue, suas sorologias e exames pré-transfusionais e é capacitado legalmente para assumir chefias técnicas, assessorias e direção destas atividades;

Citologia oncótica - citologia esfoliativa;

Análises hematológicas - realizar todas as tarefas, com exclusão, apenas, de transfusão. Tem competência legal para assumir e executar o processamento de sangue, suas sorologias e exames pré-transfusionais e é capacitado legalmente para assumir chefias técnicas, assessorias e direção destas atividades;

Análises moleculares - coleta de materiais, análise, interpretação, emissão e assinatura de laudos e de pareceres técnicos;

Produção e análise de bioderivados;

Análises bromatológicas - realizar análises para aferição de qualidade dos alimentos);

Análises toxicológicas - realizar análises toxicológicas de amostras biológicas para estudo dos efeitos das drogas sobre o organismos.

Análises ambientais - realizar análises físico-químicas e microbiológicas para o saneamento do meio ambiente;

Análises por imagens (excluída a interpretação).

Indústrias (Indústrias químicas e biológicas): soros, vacinas, reagentes, etc.;

Imagenologia - atua na área de Raio-X, ultrassonografia, tomografia, Ressonância magnética, Medicina nuclear (excluída a interpretação de laudos; Acupuntura - aplicar completamente, os princípios, os métodos e as técnicas de acupuntura;

Coleta de materiais - realizar toda e qualquer coleta de amostras biológicas para realização dos mais diversos exames, como também supervisionar os respectivos setores de coleta de materiais biológicos de qualquer estabelecimento que a isso se destine. Exetuam-se as biópsias, coleta de líquido, céfalo-raquidiano (liquor) e punção para obtenção de líquidos cavitários em qualquer situação;

DNA - realizar exames laboratoriais de DNA, assumir a responsabilidade técnica e firmar os respectivos laudos;

Docência universitária em nível de graduação e pós-graduação;

Objetivo
Fundamentado na realidade social brasileira, dando especial destaque ao perfil sócio-cultural-epidemiológico da Região do Sertão Central do Ceará, o Instituto optou pela oferta do Curso de Biomedicina, por se tratar de um desejo expresso pela população de Quixadá e municípios e, sobretudo por ser único na Região e em todo o Estado do Ceará.

Em consonância com a legislação, com o perfil epidemiológico e sanitário da Região e as demandas e inovações tecnológicas da área, o curso de Bacharelado em Biomedicina do Instituto Filosófico Teológico Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão é concebido para uma formação generalista, crítica e reflexiva. A missão do curso é formar profissionais capazes de reconhecer, analisar e intervir sobre os problemas/situações de saúde-doença mais prevalentes no perfil epidemiológico Nacional, com ênfase na Região do Sertão Central do Ceará, identificando e incorporando as dimensões bio-psico-sociais dos seus determinantes.

Vale ressaltar que as concepções que, ao longo das últimas décadas, embasaram o perfil do biomédico para sua prática profissional e com perspectiva de avanços e expansão de papéis para o terceiro milênio, dão-se a partir de seu campo de atuação relativo à prestação de serviços de saúde, numa visão humanística, holística e socializadora, tendo a prevenção dos agravos, apromoção da saúde, a recuperação e reabilitação do indivíduo, família e grupos da comunidade como metas principais.

Os acadêmicos do Curso de Biomedicina disporão de um aparato institucional que agrega um hospital além de dispor de outras instituições públicas e privadas nas quais se desenvolvem, inclusive, estratégias de integração nas Unidades de Saúde Pública da região.

Perfil de Egresso
O perfil do profissional egresso do curso de graduação em Biomedicina se caracteriza por uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva abrangendo os tópicos abaixo, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde.

Conhecimento psicossocial do homem e suas dimensões relacionando-a com o processo saúde-doença;

Utilização dos procedimentos básicos de uma investigação científica e resolução dos problemas encontrados na sua prática, utilizando-se dos mesmos, quando a situação exigir;

Valorização e desenvolvimento da capacidade de trabalhar em equipe e o reconhecimento da sua influência na saúde;

Capacidade de gerenciamento;

Valorização e busca da atualização nos novos conhecimentos da área de Biomedicina, visto que é construído historicamente e, portanto, datado e provisório;

Reconhecimento do contexto social, organização e diferentes possibilidades de transformação;

Conhecimento das políticas de saúde no contexto das políticas sociais, reconhecendo os perfis epidemiológicos das populações;

Atuação no processo de formação de recursos humanos;

Reconhecimento das especificidades regionais de saúde através de intervenções planejadas estrategicamente, em níveis de prevenção, promoção e reabilitação da saúde;

Comprometimento com os investimentos voltados para a solução de problemas sociais;

Participação no seu grupo profissional;

Planejamento e execução de pesquisas científicas em instituições e privadas, na área de sua especialidade profissional;

Assimilação das constantes mudanças conceituais e evolução tecnológica apresentada no contexto mundial;

Formação de raciocínio dinâmica, rápida e preciso na solução de problemas relacionados a sua área de habilitação;

Aprofundamento de sua formação básica através de cursos de pós-graduação;

Condução de suas atividades profissionais dentro do mais alto rigor científico, ético e moral.