Administração

UNICEUMA - Centro Universitário do Maranhão
Em São Luís

Preço a consultar
Ou prefere ligar para o centro agora?
(55) ... Ver mais
Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais

Informação importante

Descrição

É objetivo do curso a formação do profissional de Administração, inserido na formação empreendedora, na conduta ética, na visão crítica e dialética do futuro profissional, com efetivas oportunidades de aperfeiçoamento como cidadão consciente de sua importância para o engrandecimento da sociedade e sucesso das organizações.
Dirigido a: O Curso de Administração, por meio de metodologias inovadoras, deve desenvolver no acadêmico as habilidades e competências compatíveis com as exigências do mercado, numa sociedade globalizada e em constantes e rápidas mudanças. Pretende-se, assim, que o educando, ao graduar-se, seja portador das seguintes capacidades principais:

Informação importante
Instalações

Instalações e datas

Início Localização
Consultar
São Luís
Av. Jerônimo de Albuquerque, Nº 500, Cohama, 65.060-645, Maranhão, Brasil
Ver mapa
Consultar
São Luís
Rua Josué Montello, Nº 1, Renascença Ii, 65.075-120, Maranhão, Brasil
Ver mapa

Programa

DURAÇÃO DO CURSO: 4,0 anos
TURNOS: Vespertino e Noturno (Unidades Renascença e COHAMA).
TÍTULO DE GRADUAÇÃO: Administrador

OBJETIVO GERAL

É objetivo do curso a formação do profissional de Administração, inserido na formação empreendedora, na conduta ética, na visão crítica e dialética do futuro profissional, com efetivas oportunidades de aperfeiçoamento como cidadão consciente de sua importância para o engrandecimento da sociedade e sucesso das organizações.

Para a consecução dos objetivos do curso, as diretrizes curriculares serão compostas de competências e habilidades progressivas e entrelaçadas com diversas áreas. Desta forma, as áreas do conhecimento tornam-se um conjunto, desenvolvendo atividades que correspondem aos objetivos do curso e anseios da comunidade.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

O objetivo geral se traduz em objetivos específicos como os seguintes:

Formá-los na madura articulação do pensamento lógico, desenvolvendolhes ao mesmo tempo, no pronto acionamento de sua inteligência prática e do senso crítico, elementos garantidores da participação transformadora na vida social;

Promover o desenvolvimento da internalização de valores de responsabilidade social, justiça e ética profissional;

Capacitá-los à prática das funções do Administrador: Planejamento, Organização, Comando, Coordenação e Controle, nas organizações públicas ou privadas;

Capacitá-los para assumir o comando de operações e vencer desafios, liberando, motivando e encorajando os seus colaboradores a atingir objetivo e metas das organizações;

Capacitá-los a otimizar, modernizar e racionalizar procedimentos administrativos, vendo sempre a qualidade como instrumento fundamental e fator de diferencial e competitivo;

Promover a formação humanística e visão global que o habilite a compreender o meio social, político, econômico e cultural onde está inserido e a tomar decisões em um mundo diversificado e interdependente;

Formá-los técnica e cientificamente para atuar na administração das organizações, além de desenvolver atividades específicas da prática profissional;

Promover o desenvolvimento do uso do espírito empreendedor e crítico nas organizações antecipando e promovendo suas transformações;

Desenvolver a capacidade de atuar em equipes interdisciplinares;

Desenvolver a capacidade de compreensão da necessidade do contínuo aperfeiçoamento profissional e o desenvolvimento da autoconfiança.

Para conseguir alcançar esses objetivos a estrutura acadêmica do curso está baseada nos requisitos de modernidade e inovação, mas que também possa ser diferenciada em relação a essa dita modernidade. Deve-se pensar em uma formação que dote o aluno de uma capacidade gestora real, não ilusória e não restrita a formação do profissional técnico, com limitações de estruturar o próprio pensamento. É formar um administrador agente de mudança, vetor de um ambiente empresarial mais rico em pensamento construtivo e consciência social.

PERFIL DO EGRESSO

O Curso de Administração, por meio de metodologias inovadoras, deve desenvolver no acadêmico as habilidades e competências compatíveis com as exigências do mercado, numa sociedade globalizada e em constantes e rápidas mudanças. Pretende-se, assim, que o educando, ao graduar-se, seja portador das seguintes capacidades principais:

Aprender a aprender
É um processo que nunca tem fim. O egresso deve ter consciência de sua permanente necessidade de se atualizar, na sua área de atuação, ao tempo em que alarga os seus horizontes profissionais, com aprendizado de outras áreas, acompanhando (ou antecipando) as transformações no mundo do trabalho. Esta capacidade deve ser desenvolvida ao longo do curso, em todas as disciplinas e atividades.

Comunicação e colaboração
A importância das atividades de comunicação, colaboração e do trabalho em equipe tem aumentado nas organizações que aprendem preparadas para enfrentarem e superarem os desafios dos novos tempos. A capacidade de comunicação como prérequisito para quase todos os tipos de trabalho vem sendo cada vez mais observada pelas organizações, com ênfase na capacidade de ouvir. Ser capaz de comunicar-se com eficiência é, na realidade, uma qualificação superior, diferenciada, no mercado de trabalho. Por outro lado, compartilhar problemas do ambiente de trabalho e aprender uns com os outros vem se tornando uma necessidade altamente competitiva, fazendo o diferencial no mercado de trabalho. Nesta área desenvolve-se a capacidade de comunicação interpessoal e expressão correta nos documentos técnicos específicos e de interpretação da realidade das organizações e a capacidade de atuar em equipes interdisciplinares.

Raciocínio criativo e resolução de problemas
Esta competência, indispensável ao profissional de qualquer área de gestão, deve ser desenvolvida, preferencialmente, em estudos de cases e "jogos de empresas", em todas as disciplinas profissionalizantes, com a utilização de exercícios de ação e simulações por computador, em que se examinam estratégias empresariais e recomendam soluções em tempo real. Desenvolve-se a capacidade de lidar com modelos inovadores de gestão.

Conhecimento tecnológico
A integração da tecnologia à aprendizagem sinaliza a necessidade do domínio de um conjunto de habilidades (conhecimento tecnológico), que capacitem o estudante a utilizar programas de computadores de última geração, para acessar base de dados e explorar novos dados mais densamente. Os recursos da computação e da informática estarão à disposição de alunos e professores, para aplicação em todas as disciplinas e atividades do curso.

Liderança
Trata-se, basicamente, de desenvolver, nas disciplinas e atividades do curso, a capacidade para a aplicação de conceitos a desafios reais, por meio de ações estratégicas, com a utilização dos recursos de tecnologia da informação, ao lado do desenvolvimento das habilidades pessoais de comunicação, raciocínio sistêmico, sinergia, empatia, comprometimento com a dignidade do indivíduo, etc. Pretendese, ainda, desenvolver a capacidade de resolver situações com flexibilidade e adaptabilidade diante de problemas e desafios organizacionais; de ordenar atividades e programas, decidir entre alternativas, identificar e dimensionar riscos; de selecionar estratégias adequadas de ação, visando a atender interesses interpessoais e institucionais; e de criar e implementar novos empreendimentos.

Autogerenciamento da carreira
A insegurança no mundo dos empregos (a empregabilidade substituindo o emprego vitalício) traz a necessidade da aprendizagem permanente e de autogerenciamento da carreira, entendido este como sendo a capacidade do profissional acompanhar o ritmo segundo o qual ocorrem mudanças dentro da organização e de preparar-se para o futuro. Esta capacidade poderá ser desenvolvida, particularmente, por intermédio dos Tópicos Especiais, mediante a aplicação de processos de auto-avaliação, oferta de workshops sobre carreira e indicações bibliográficas, de base de dados na Internet e outras fontes.

Raciocínio lógico e compreensão do todo administrativo
A capacidade de utilizar raciocínio lógico, crítico e analítico, operando com valores e formulações matemáticas e estabelecendo relações formais e causais entre fenômenos deve ser, também, característica dos profissionais da área de gestão, assim como a compreensão do todo administrativo, de modo integrado, sistêmico e estratégico, e de suas relações com o ambiente externo.

Reconhecimento dos fatores específicos
A importância da capacidade de solucionar e construir a mecânica do trabalho, a partir da aplicabilidade das técnicas e ferramentas das diversas áreas da ciência da administração.

O desenvolvimento dessas capacidades e habilidades deve conduzir o egresso à internalização de valores de responsabilidade social, justiça e ética profissional e à formação humanística e visão global que o habilitem a compreender o meio social, político, econômico e cultural onde está inserido e a tomar decisões em um mundo diversificado e interdependente.



Compare este curso com outros semelhantes
Ver mais